quarta-feira, 30 de maio de 2012

Miguel - 1 ano e 4 meses

(Nota: Post escrito ontem, 29/05/2012 - e publicado só agora. Motivo: falta de tempo!)

Hoje o amor da minha vida completa 1 ano e 4 meses. E, vale ressaltar, há exatos 2 anos um teste de laboratório positivo o fez presente em meu mundo!!!


Definitivamente, não há no lindo nenhum vestígio do bebê que há pouco eu carregava no colo. Ele não só anda muito bem, como corre, ultrapassa barreiras, sobe degraus, escala portas e móveis, faz brinquedos de pedestais, fica em pé em cima do vaso sanitário e de onde mais os meus olhos se desviarem por 3 segundos. As portas dos banheiros ficam sempre fechadas. Há trancas nas gavetas. Há protetores nas quinas. O meu pequeno furacão precisa de cuidados.

É, cada vez mais, uma criança linda, bem humorada, cheia de gracejos (um humorista, o meu menino), super adaptável, carinhosa, amável, falante, brincalhona e... arteira! Sim. O meu Miguel não chora por quase nada, gosta de todo muito, fica bem em todos os lugares, vive de bom humor, está sempre rindo, brincando, chamando atenção, mas... faz arte como ele só! E sabe que faz arte! E, mesmo sabendo que não pode, corre e faz de novo, só para ter o prazer de rir-se de quem vem atrás dele. E às vezes diz “Nã. Nã. Nã.” e faz assim mesmo! E é tão lindo, tão fofo, tão engraçadinho, que às vezes é MUITO difícil dar-lhe uma bronquinha e resistir à tentação de pegar o pequeno num abraço bem forte, apertar, morder e agarrar. “Porque a mamãe agarra, né, filho?” E ele confirma: “Garrrrrra”.

Estão dizendo aos quatro cantos que tenho um futuro artilheiro em casa, pois jamais se viu alguém dessa idade amar tanto uma bola (gente, ele não quer saber de mais NENHUM brinquedo. E se não tiver bola por perto, ele chuta qualquer coisa, fingindo ser uma bola!), gritar “Gooooooooooooool” o dia todo e, o mais fofo: chutar sem parar e com o pé esquerdo! Meu pequeno craque canhoto tem tanta destreza (sem trocadilho rsrsrrs) que joga a bola para o alto e chuta com o pé antes que ela caia no chão! A família está impressionada. Amigos estão impressionados e a supervisora da escola já veio me dizer que ele não brinca com a bola como os amiguinhos da salinha de 1 ano. Ele treina! “Filhinho, tudo bem se a mamãe for para Milão com você?”

Mamã (ou mamamamamamã – ele não sabe aos certo quantos “mã” são) foi uma das primeiras coisas que o pequeno falou (acho que junto com “neném” e “dá”, somente). Mas de uns tempos para cá, ele aprendeu a falar “papai” com tanta desenvoltura, que achou por bem estender o vocativo, de vez em quando, também a mim. Ok, né? Vamos insistindo: “É mamãe!!!”. Isso já dura uns 2 meses. E de algumas semanas para cá ele inovou de novo, e decidiu me chamar de “Memém”. Deve ser para rimar com “neném”, quando ele olha a foto de nós dois e diz: “Neném e memém!!!”. Lindeza da minha vida!!!

Está muito tagarela e, todos os dias, aprende algumas palavras novas. Eu já perdi as contas de quantas são, e sempre que resolvo listar acabo esquecendo várias. O mais fofo é quando ele consegue formar pequenas frases que fazem todo o sentido. A 1ª frase mais complexa foi assim: “Mamã, pã, bô?” Tradução: “Mamãe, o pão acabou?”. Disse isso apontando para a geladeira, após acabar de comer um pãozinho com requeijão que ele mesmo havia pedido. Eu, claro, disse que não havia acabado e perguntei se ele queria mais. Ele respondeu afirmativamente e muito feliz. E comeu mais um pedacinho!!! E eu, boba, quase babei de tanto amor!!! Isso já tem um tempinho, mas me marcou muito!

Adora cantar e dançar! Sempre gostou de dançar e dançava até ao som do liquidificador. Mas não sabia cantar muito bem, então era só um “ãhhhh ãhhh ãhhh” pra embalar o próprio soninho, mas agora... Agora está quase um cantou profissional!!! Imaginem esse lindo cantando... São muitos “ai ai ais”, “lá lá lás”, “pá pá pás”, “na, na nãs”, “tchu tchu tchus” e por aí vai! Eu morro de amooooor!!!

Odeia escovar os dentes. Ou melhor, odeia que eu escove os dentes dele. Mas ama comer a pasta de dente e mastigar a escova! Ai ai... um dia eu chego lá e o convenço da necessidade! E, pior, sempre entra alimento no meio de seus dentinhos inferiores da frente. E aí... fio dental! É inevitável ter de passar fio dental nele pelo menos 1 dia sim, 1 dia não! Ele esperneia e morde! E morde sem dó e nem piedade. Fico com o dedo doendo por dias a fio!!!

Ama tomar banho. Mas ama tanto, mas tanto, que quer morar no banho. Esporadicamente, ele toma banho no chuveiro, mas na maioria das vezes ainda é na banheira. Porque eu gosto, porque acho mais prático, porque acho que ele fica mais quentinho, porque acho que fica mais limpinho. E porque ele ama mesmo! O problema é para tirá-lo de lá. É um show por dia lá em casa! Os vizinhos devem achar que o estou matando! E olha que eu sempre deixo ele ficar brincando lá um pouquinho e tal... Mas ele nunca acha que foi o bastante. E dá-lhe escândalo!

Continua doido pela Luna (e por todos os outros au-aus do mundo, mas principalmente pela Luna). Quer vê-la o tempo todo, pegar, abraçar, compartilhar brinquedos (os dela, somente, que fique bem claro!). Só que, né, a Luna é uma labradora e não uma poodle. Ela é grande e estabanadíssima por natureza. Então às vezes acontecem acidentes, do tipo ela correr e derrubar ele ou ela tomar o biscoitinho da mão dele. Mas também, onde já se viu dar sopa com um biscoito docinho perto da Luna??? Vai dizer que a culpa é dela??? Aí ele fica bravo e chora por uns.... 2 segundos! E volta a brincar com a nossa branquelinha linda e peluda! E quando o pet shop inventa de buscá-la para o banho bem na hora em que ele está com aquela manhazinha de sono? Sábado foi isso que aconteceu. Ele não se conformou por colocarem a Luna no carro e a levarem embora. Eu bem disse a ele que ela só iria tomar banho e voltaria logo! Ele foi ao banheiro ver se ela estava lá. Ela não estava. Logo, ela não estava tomando banho, oras!!! E botou a boca no mundo a chorar!!!

14!!! É o número de dentinhos naquela boquinha mais linda do mundo! 2 molares eu descobri hoje, agora à noite, enquanto tentava escovar os dentinhos e ele esgoelava-se, inconformado por tamanho martírio a que é submetido todos os dias. Ô dó do meu pequeno lindo, que odeia escovar os dentes!!!

Por hoje é só. Acho que esse blog está carente de fotos, mas a minha vida corrida tem feito com que eu poste apenas pelo ipad ou na hora do almoço, sem qualquer foto em mãos. Prometo tentar voltar logo para postar fotos novas do meu pequeno príncipe lindo e amado!

Beijos nossos!!!

domingo, 13 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães

Este é meu segundo Dia das Mães. É claro que o 1.º é sempre muito especial, mas é agora, no segundo, que me sinto ainda mais plenamente mãe, totalmente mãe... Acho que é porque agora tenho um filhinho que me chama de mamãe, que me abraça demonstrando todo o seu amor... E também porque a insegurança dos primeiros meses de maternidade foi embora há muito tempo! E aí curtir a doce missão de ser mãe é ainda mais fácil, mais gostoso, mais natural.

Eu amo ser mãe! Principalmente, eu amo ser mãe do Miguel! E tenho de agradecer muito a Deus por isso.

Sexta-feira fui buscar o Miguel na escolinha e recebi um lindo presente, decorado por aquelas mãozinhas que eu tanto amo e que tanto já cresceram em 1 ano e 3 meses. Emocionante!

Minha mãe sempre teve uma caixa grande com vários presentinhos que minha irmã e eu lhe demos ao longo dos anos. Sempre gostei de ver os mais antigos. Sempre achei tudo lindo... Mas nunca parei para pensar, de verdade, no significado daquilo tudo! E agora, segurando em minhas mãos o primeiro presentinho feito pelo meu filho, entendo que naquela caixa não havia apenas recordações. Havia tesouros. Havia orgulho. Havia emoção. Havia amor; um amor recíproco. Havia evidências de que o tempo passa e esse amor permanece. Havia pedaços de uma época mágica. Uma época que eu agora começo a viver. 

E aí está o primeiro tesouro da minha caixa. Uma caixa que bem poderá ser chamada de arca:


Uma sacola ecológica linda, linda, decorada com as pontas dos dedinhos do Miguel.
Até a embalagem foi pintada por ele.
Que doçura!!!



Obrigada, meu Deus, pelo dia de hoje. Permita que minha família esteja sempre unida, sempre saudável e sempre repleta dos valores ensinados por Ti. Obrigada, obrigada!

E...

FELIZ DIA DAS MÃES!!!


Para mim, para a minha mãe querida e para todas as mamães que passam por aqui!!!

Beijos nossos!!!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

10 coisas que eu faria numa próxima gestação

Algumas amigas mamães fizeram este post, achei legal e cá estamos também. Vamos lá:

 1- comeria mais carnes, ovos e outras proteínas. No fim da gestação soube que Miguel teria engordado um pouquinho mais se eu tivesse caprichado mais nas proteínas. //

2- faria fotos mês a mês, no mesmo local e com a mesma roupa, para acompanhar melhor o crescimento da barriga. //

3- incentivaria parentes e amigos a nos visitarem no hospital, pois não gostaria de receber ninguém em casa (a não ser os muito, muito próximos MESMO) no 1.o mês. //

4- não faria um US 4D, pois não serve para nada além de fazer você gastar dinheiro à toa e imaginar que seu bebê lindo tem um bocão ou um narigão. //

5- escolheria a mais linda canção de ninar para ouvir toda noite, acariciando a barriga //

6- me prepararia muito melhor para a amamentação //

7- ficaria menos ansiosa e esperaria um pouquinho mais pela hora H. //

8- me daria mais o direito de chegar em casa e simplesmente descansar! //

9- faria um diário bem completinho dos 9 meses //

10- curtiria mais cada segundo, cada milímetro de barriga, cada chute, cada mexidinha, pois morro de saudades!!!

Bjo bjo