sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal!!!

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Meu ranking após 11 meses de Miguel - Produtos testados por mim

Em maio deste ano, quando Miguel tinha ainda menos de 4 meses, fiz aqui uma lista dos produtos testados por mim. Há alguns dias, estou louca para editar essa lista e, enfim, dar opinião do alto dos meus quase 11 meses de maternidade rsrs Uma verdadeira perita em produtos infantis rsrsr



Bom, brincadeiras a parte, ADORO comentar sobre os produtos que testei. E adoro saber que isso faz diferença, principalmente, na vida das minhas amigas leitoras gravidinhas e mães de bebezinhos pequenos.


Então, abaixo vou copiar a lista de maio, fazendo os devidos ajustes em azul.


Beijos!!



Nota: em VERMELHO estão os produtos de que eu não gostei, não indico e não comprarei novamente.



FRALDAS

1- Pampers New Baby (até P) e Noturna e Diurna (M em diante) Continua no topo da lista! A melhor ever!!!

2- Huggies Naturali Essa não existia na lista. É uma delícia, além de ecologicamente correta. Amo! Mas não vende em todo lugar.

3- 4- Pampers Total Confort Era a 4.ª da lista. Agora é a 3.ª. Excelente!

4- 3- Johnson's baby Toque de Proteção Gosto muito. Macia e cheirosa! 4.º lugar justo.

5- Pampers Supersec Apesar de ser de plástico, é boa. Absorve bem, é macia e confortável. Continua no 5.º lugar. Mas com louvor!

6- Pompom Experimentei e aprovei. 6.º lugar nada ruim!

7- 2- Huggies Natural Care Não sei o que me deu para colocá-la em 2.º lugar na lista. Nem macia é. E é cara! Nunca mais comprei e nem vou comprar! Vermelho nela!

8- 6- Turma da Mônica Soft Touch


9- 7- Turma da Mônica Tripla Proteção



POMADAS

1- Bepantol

2- Dermodex

3-Hipoglos Amêndoas

4- Turma da Mônica

Comentário geral: as 3 de cima são igualmente boas. Tanto que Miguel nunca assou. Atualmente, uso mais Hipoglos Amêndoas.



SABONETES

1- Linha Baby Boti - O Boticário

2- Linha Johnson's Baby

4- Linha Mamãe e Bebê - Natura

3- Linha Granado Baby

Comentário geral: Quer acertar? Compre Baby Boti ou Johnson’s. São perfeitas, cheirosas e, realmente, não irritam os olhinhos. Mamãe e Bebê é razoável, mas o cheiro enjoa. Granado irrita os olhos.



SHAMPOOS E CONDICIONADORES

1- Linha Baby Boti - O Boticário

2- Linha Johnson's Baby

3-4- Linha Mamãe e Bebê - Natura

4-3- Linha Granado Baby

Idem tópico anterior: Comentário geral: Quer acertar? Compre Baby Boti ou Johnson’s. São perfeitas, cheirosas e, realmente, não irritam os olhinhos. Mamãe e Bebê é razoável, mas o cheiro enjoa. Granado irrita os olhos.




CREMES E LOÇÕES HIDRATANTES

1- Linha Baby Boty

2- 1- Linha Johnson's Baby

Mais uma vez: Baby Boti e Johnson’s na cabeça (oops, no corpinho)



LENÇOS UMEDECIDOS

1- Pampers Macio, resistente, cheiroso e molhado na medida certa.

2-1- Johnson's Baby

3- Carrefour (atenção: refiro-me às toalhinhas umedecidas do pacote verde. MUITO BOAS MESMO! Não comprem lenços em embalagens tipo pote. Nenhum é bom)


4- Personal Baby

5-2- Turma da Mônica - Huggies (verde) Não é bom. Da posição 5 para baixo, vermelhou geral!


6-3- Huggies Natural Care (vermelho)


7-4- Baby Wipes



ÓLEOS

1-Johnson's Baby (Amêndoas e Puro)

2- Natura Mamãe e Bebê (o cheiro é forte para passar no bebê, mas é ótimo para ser pingado na água da banheira)

Comentário geral: os dois são bons sim, mas não uso mais. Ou uso muuuuuuuuito raramente. Óleo é mais necessário quando o tempo está seco demais; o que não é o caso nesta época do ano.



SOLUÇÃO COM AÇÃO ANTISSÉPTICA

1- Higiapele - Johnson's Continuo gostando muito! Salva demais quando o cocô é “daqueles”! Tudo fica limpinho, cheiroso e suave. Não uso muito, mas acho bom ter sempre!

2-Davene Snoopy Não tem em todo lugar, mas é boa também!

 
Bom, gente, essa é a MINHA opinião. Cada bebê é de um jeito. Cada mamãe é de um jeito.
 
Beijos,
 
Tati
 

terça-feira, 29 de novembro de 2011

10 meses??? Hã??? Como assim???

E, de repente, cadê o meu bebezinho? SUMIU! E no lugar apareceu um menino de 10 meses, tão lindo, amado, esperto, carinhoso, brincalhão, cativante, engraçadinho, que às vezes chego a me perguntar se fui eu mesma que fiz (ok, o marido colaborou rsrsr). Mas a pergunta só dura uma pequena fração de segundo: a sintonia e a ternura que existe entre nós dois não deixam a menor dúvida de que somos muito mais que mãe e filho; somos um só coração dividido em dois corpos (nossa, de onde eu tirei isso? Sei lá... veio de repente e vai ficar! Afinal, é assim mesmo que me sinto!).

Eu não tenho palavras pra falar do meu amor, da minha paixão, do meu orgulho, da minha alegria, do meu sentimento de realização... Não tenho palavras capazes de descrever o que sinto. Só sei que esses foram os melhores 10 meses da minha vida. E que venham mais 10 anos, 10 décadas, séculos... Nem a eternidade seria suficiente pra eu dizer o quanto amo o meu Miguel!

Bom, o lindo está um espoleta: danadinho como ele só, não quer saber de ficar sentado. Levanta-se sozinho em qualquer coisa que lhe sirva de apoio. Num piscar de olhos. E já arrisca soltar as duas mãos; aí fica alguns segundos e cai. Não engatinha de modo tradicional, mas já cheguei à conclusão de que aquele estilo que apelidei de “soldadinho” é o jeitinho dele de “engatinhar” – exatamente como um soldadinho na guerra: rastejando, muito rapidamente, com a ajuda de braços, pernas e pés. Segue a mamãe por toda a casa. Precisa de mais?

Aprendeu a dançar! E é só começar a musiquinha (a preferida continua sendo “Meu pintinho amarelinho”), que ele dança, mexendo a cabecinha, os bracinhos e as mãozinhas, e flexionando lindamente os joelhinhos, com o sorriso mais gostoso do mundo estampado naquela carinha amada! E canta; A-DO-RA cantar!

Ainda adora brincar de cadê-achou. E toma a iniciativa para brincar! Amaaaaa jogar tudo no chão, só para ver alguém se abaixando para pegar para ele. E torna a jogar! Ai, ai ai!

Bate palmas, manda beijos, dá tchau. Cada vez mais!

Continua amando a Luna. E é correspondido. Dia desses, me distraí e, quando olhei para trás, ele estava quase arrancando a carinha da Luna por partes: puxava o focinho, puxava os olhos, puxava as orelhas. E ria. Ria alto. E ela? Não fazia nada. Ficava ali imóvel, como se tivesse até curtindo aquele carinho “excessivo”. Para quem não nos conhece bem, vale registrar que não estou falando de um poodle pequetito ou algo do tipo. Nossa Luninha é uma labradora linda, branca e estabanada, como qualquer labrador que se preze!

Tem uma predileção incrível por tudo que não pode. Nenhum brinquedo dele tem graça perto do home theater, dos telefones fixos, dos celulares, de todos aqueles controles, das coisas que ficam sobre a mesa, da agenda da escola, do saco de ração da Luna, das gavetas da cozinha, dos potinhos que ficam sobre o trocador, etc.

Deu para chorar quando contrariado. PIR-RA-ÇA. Se quer brincar com o ventilador e alguém tira de perto, chora! Se quer comer o potinho de bolinha de sabão e alguém tira dele, chora! Se quer mastigar lencinho umedecido e a mamãe diz que não, chora! Mas preciso esclarecer para não ser injusta: não pense, sequer por um segundo, que tenho um Miguel chorão! O lindo continua não chorando. Só arma o chororô quando é fortemente contrariado, mas a manha não dura mais do que 2 segundos! E tenho dito!

Desenvolveu uma espécie de bruxismo proposital e consciente: range os dentinhos e eu passo mal!!! Passo mal mesmo, de tanta aflição!!! Está assim há umas 2 semanas, desde que os dentinhos de cima deram de vez o ar da graça. Já li que é normal, pois é o reconhecimento de algo que há pouco não estava ali (se pensarmos bem, até o momento seguinte a uma limpeza nos dentes nos causa estranheza; imagine aquele tanto de dente novo!), mas estou de olho! E, por falar em dentinhos, já são 6: os 2 de baixo, que nasceram aos 7 meses do Miguel (e agora já estão bem grandinhos), e os 4 de cima, que surgiram, todos de uma vez, aos 9 meses. E dá-lhe mordidas na mamãe! E dá-lhe dentadas na grade do bercinho! E dá-lhe mordidas nas coisas de comer!

Por falar em coisas de comer, meu príncipe nunca foi lá muito gorduchinho. Faz mais o tipo esbelto! Mas poderia ser o masculino da personagem Magali, do Maurício de Sousa, pois tem um apetite de leão! Não sei como aquilo tudo cabe em 75cm e uns 8,5Kg. Ama sucos, leite (inclusive o da mamãe, que ainda mama bastante!), vitaminas, frutas mil, biscoitinhos, papinhas doces, salgadas, disso e daquilo, água de coco e até a vitamina D! Já comeu umas bobeirinhas: gelatina, danoninho, um pedacinho da massa do panettone, um pouquinho de picolé de chocolate e um pouquinho de picolé de limão. Experimentou pirulito. Experimentou brigadeiro também! Amou tudo! Come bem demais! E aceita muito bem os líquidos também, mas claro que gosta mais de suco e água de coco do que de água pura! Bobo ele não é, né? Puxou a mamãe!

Semana passada, eu fui à minha primeira reunião de pais na escola do Miguel. Foi muito bacana. E eu percebi que pai e mãe é tudo igual: TODOS choram de amor ao falar de seus filhos. TODOS nutrem pelos pequenos uma ternura ímpar; um sentimento que só quem é pai ou mãe pode entender. E foi muito legal perceber o quanto a escola que escolhi valoriza, nutre, incentiva, alimenta esse sentimento! Tudo foi cuidadosamente pensado para que nos sentíssemos acolhidos, tanto quanto nossos filhos se sentem (e, sim, isso é muito perceptível a cada vez que os deixamos lá). Ponto pra escola! Ponto pra minha escolha!

Já contei que está tudo resolvido pra festinha do Miguel? Na verdade, tudo está fechado desde setembro, mas agora faltam só 2 meses e eu estou um pouquinho ansiosa. Será o 1.º aninho do meu filho e isso é muito importante para mim. Um motivo real de comemoração! Um motivo real de comemoração para o resto da minha vida!

Então é isso... e que venha o Natal. O primeiro ao lado do meu pimpolho aqui do lado de fora! O 1.º em que ele aproveitará a festa ao meu lado! O 1.º em que ele estará no meu colo e receberá o “Feliz Natal” mais emocionado que eu já desejei a alguém!

Beijos a todos!

Pra não perder o hábito, fotos do mês:









Mais beijos nossos!
;-)

sábado, 29 de outubro de 2011

Outros 9 meses!!!

9 meses dentro da minha barriga. 9 meses fora da minha barriga. Isso é um marco, filho! Você passou aqui fora o mesmo tempo que esteve dentro da mamãe. Até ontem, a maior parte de sua experiência tinha se dado aqui dentro dessa barriguinha que ainda sente a sua presença e a sua falta. A partir de hoje, você já viveu mais experiências aqui do lado de fora. E a mamãe também agora já tem mais tempo de mamãe com bebê nos braços do que de mamãe com bebê na barriga.


Aprendemos muito nesses 9 meses. Certamente mais do que o muito que aprendemos durante a gestação. E olha que, durante aqueles 9 meses, a mamãe leu tanto que podia jurar que já sabia ser mãe. Não é verdade. A gente aprende a ser mãe a cada dia. Acho que tenho me saído bem. E isso é graças a você, anjo meu. Afinal, como não ser uma boa mãe quando se tem um bebê lindo, carinhoso, esperto, comunicativo, risonho, brincalhão, que dorme bem, que se alimenta bem, que está sempre de alto astral? Impossível, filho! Você é perfeito; é o bebê com o qual toda mamãe sonha, certamente. É o bebê com o qual eu sonhei a minha vida inteira. Sou completamente feliz e realizada por ter você, meu pimpolhinho!

E hoje, tudo o que quero, é encher você de beijos e desejar FELIZ MESVERSÁRIO. E obrigada por fazer dessa mamãe a criatura mais feliz deste mundo!

Você é todo o meu amor!

Muitos beijos,
Mamãe



E as novidades deste mês são:

- O lindo bate palminhas e dá tchau como ninguém (e às vezes ainda confunde a hora de fazer um ou outro gesto).
- Está muito tagarela e, entre MUITOS balbucios fofos, complexos e incompreensíveis, ele fala: MAMÃ, DÁ DÁ DÁ (e faz o gesto com a mão, chamando a coisa ou a pessoa que quer), NENÉM, PAPÁ (bem raramente!) e JÁ (quando eu digo: 1, 2 e... JÁAAAA).
- Se locomove cada vez melhor (mas não engatinha): se arrasta, rola muito rapidamente, dá pulos feito um sapinho. Não sei se ele vai engatinhar. Não importa. O importante é que ele vai para onde bem entende! E rápido!
- Amaaaa ficar em pé. Só quer saber de ficar em pé. Seja no chão, no colo, no berço, no sofá.
- E pula! Nunca vi um bebê pular tanto. Pula quando seguramos suas mãozinhas, quando está em pé apoiado em algo e pula quando está no andador. Já gosta de pular há vários meses, mas com a nova habilidade de ficar em pé isso se intensificou.
- Os dois dentinhos inferiores estão já bem grandinhos. A surpresa é que, até anteontem, eu acreditava que estavam vindo mais dois. Ontem vi que estão vindo mais 4: os 4 de cima. Passou umas duas noites meio manhosinho, mas foi só. Meu menininho não existe, de tão lindo e bonzinho!
- Brinca muito.
- Reconhece as pessoas e olha para a pessoa certa quando perguntamos "Cadê a mamãe?" ou "Cadê o papai?".
- Continua achando a Luna a coisa mais legal do mundo ever! E ela nem tchum pra ele. Dá só uma lambida nos dedinhos "para constar". E ele gargalha!
- E está cada dia mais lindo, gostoso, amado:


Minha família é linda!

Mamãe me deixou experimentar um pirulito e eu amei!!! Pena que ela tomou logo de mim!!!

Solta, papai. Já sei fazer isso sozinho!



Ficar na nossa casinha é muito gostoso, pois tem brinquedo em toda parte. Até aqui fora!

Mas não se iluda com tanta fofurice! Ter um bebê de 9 meses pode ser um tanto quanto... emocionante...

A seguir, cenas desta manhã:

- Miguel após meio minuto sozinho na área de serviço:


Ahhh, mamãe, voltou para fotografar a minha esperteza, né? ADOREI derrubar isso tudo aqui!

- Daí esta pobre mamãe pensou: "Deve estar cansado de tanto aprontar em cima do andador. Vou colocar no boucer enquanto eu faço o suco (até porque tenho que, ao menos de vez em quando, justificar o preço que paguei por esta cadeirinha que quase vira elefante branco)". Por um segundo, olhei para as frutas e escutei um barulho. Ele tinha jogado a fruteira no chão e estava curioso olhando o que havia caído:


Olha, mãe, tem um vaso e uns papeizinhos aqui no chão. Mamãe, que papel é esse? Sentado aqui não consigo ver direito...

- E então, fui levantar a fruteira, mas ele estava empenhado em saber que papel era aquele no chão. Escuto o grito e desisto da fruteira para acudir:


Manhêeeeeee, socorro, estou caído aqui e preso só pelo cinto. A cadeira está virandooooooo

- Ufaaa.... peguei a tempo de ele não bater a cabeça no chão e ainda ser atropelado pela própria cadeira que cairia por cima!

Um brinde à emoção que é viver com um bebê de 9 meses!!!

Beijos nossos!
;-)

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Reflexões sobre a maternidade...

Reflexões sobre a maternidade!


Lendo o blog da Bru, vi uma proposta para um post diferente: falar da maternidade por meio de alguns tópicos prévios. Achei super bacana e aderi também à ideia. Então vamos lá; contar um pouquinho mais sobre a MINHA maternidade é sempre gratificante!



Você é linda: Sou sim! E muito! Se quero perder uns 5 quilinhos? DEMAISSS!!! Mas eu olho no espelho e vejo uma mulher bonita. Se os outros também veem? Isso não me importa tanto quanto há alguns anos. Hoje vale mais a minha própria impressão. De qualquer maneira, não creio que alguém olhe para mim e veja uma figura feia ou desleixada; não sou mesmo! Acho que se cuidar é fundamental. Eu me cuido!



Conheça outras mães: Importante demais!!! Primeiro porque o nosso assunto principal é mesmo o filhote (o meu é. E olha que trabalho o dia todo, tenho mil atribuições, mil assuntos, vejo e faço mil coisas) e ficar falando dele com alguém que não compartilha da mesma tendência pode ser chato para ambas as partes. Além disso, a troca de experiências é muito valiosa; não para comparar, mas para simplesmente compartilhar, trocar opiniões, pedir sugestões. Nessa minha trajetória de mãe (1 ano e maio já rsrsrs), o saldo é muito positivo: conheci MUITAS mamães bacanas, que erram, que acertam, que compartilham sem criticar, que sabem que não são perfeitas e que sabem que por aqui também há alguém cheia de defeitos, mas buscando fazer o melhor pelo filho. Agradeço às minhas amigas-mamães por todas as nossas conversas. Se há o outro lado? A parte negativa da coisa? Sim. Há. Conheci também algumas (poucas – graças a Deus) mães cujo único motivo da vida é criticar o comportamento alheio e dizer que somente o seu é o comportamento-modelo. A esse tipo de mãe, simplesmente ofereci (ofereci não, pois nem a isso me prestei) a minha indiferença. Sinto mesmo é pelas mamães que embarcam na conversa dessas que merecem somente o desprezo; por essas eu sinto de verdade!



É normal ter medo: Acho que sou muito “relax” para algumas coisas. Tenho uma fé inabalável de que no fim tudo dá certo. Se não deu certo, é porque ainda não é o fim. E assim eu vivo, com alguma insegurança vez em quando, mas com pouquíssimo medo.




Milhões de pais sobrevivem à privação do sono: Concordo com a minha amiga Bruna: apenas as mães sobrevivem. Os pais não! Tenho sorte de o Miguel dormir muito bem, mas para qualquer coisa que porventura aconteça, estou eu de pé, enquanto o pai em questão dorme pesado, aparentemente sem peso na consciência. Dia desses ele me disse: “eu não abro os olhos, mas acordo sim, só que fico tranquilo porque sei que você já está de pé e com todas as armas para dominar a situação”. Será que, se eu não levantasse, ele o faria? Não consigo pagar para ver. Coisas de mãe!



Tudo bem querer uma pausa: Tudo ótimo! Mas na minha situação (trabalhando o dia todo, 5 dias por semana), eu quero mais é curtir meu filho todo o tempo possível. Não me canso, não enjoo. Só me privaria da companhia dele por uma razão muito forte (como é a minha razão para continuar trabalhando). Eu certamente precisaria de alguma pausa se não trabalhasse.



Sua mãe estava certa: Sempre esteve! Sempre está! Não é a toa que ela é a primeira da minha lista para quem eu pergunto qualquer coisa que seja. (Mas eu teimo até com ela rsrs)



Você vai sentir saudade da sua mãe: Espero sentir saudade somente daqui a muitos e muitos (E MUITOOOOOOOOS) anos. Por enquanto, tenho minha mãe por perto e é assim que tem de continuar. E que os anjos digam amém!



Ele terá os seus olhos: Acho que não. Os meus são de um castanho bem clarinho. Os do Miguel são cinza-azulados, às vezes verde-folha. São lindos e absolutamente diferentes.



Você cometerá erros: Sim. E não há problemas nisso. Só que não há ninguém com moral suficiente para esfregar erros na minha cara. Sou um ser humano comum. Não sou melhor do que ninguém, mas DEFINITIVAMENTE não sou pior do que ninguém. Isso é muito claro para mim. Posso conversar sobre os meus erros, mas não aceito ser julgada por eles, pois também não julgo os outros (gente, estou falando de maternidade, claro, e de erros bobos que cometemos ao tentar fazer o melhor! Óbvio que eu julgaria sim alguém que, por exemplo, maltratasse uma criança).



Perdoe-se: Não carrego muitas culpas; de verdade. Assim, não tenho de ficar me perdoando.



Isso também passará: Peço a Deus que passe beeeeem devagar. Amo tudo isso!



Ninguém realmente sabe o que está fazendo: Não mesmo! Kkkk O que acontece é que alguns optam por parecer que sabem. A mim, parece que sobre o MEU filho quem sabe mais sou eu mesma.



Google não tem filhos: Tudo bem, mas que eu corro lá de vez em quando (quase todo dia), eu corro mesmo. Além de perguntar à minha mãe, às minhas amigas no facebook, à pediatra e, depois, fazer um mix de tudo e optar pelo que EU mesma acho que seja correto kkkkk.



Você é a especialista: Não sei se sou especialista, mas sei que sou curiosa, estudiosa e zelosa. E sei que o meu coração de mãe é um guia poderoso. Confio em mim!



Homens de verdade trocam fralda: No início, até me assustei. O “homem de verdade” trocava fraldas, dava banho, colocava pra arrotar e fazia tudo o que mais fosse necessário. Sabe quanto isso durou? Menos de 15 dias! Hoje, o papai (sim, ainda é um “homem de verdade”) troca fralda tão raramente, que fica me perguntando: “cadê a pomada?” “cadê o algodão?” (tudo fica no mesmo lugar, perfeitamente organizado, sempre). Qualquer dia vai me perguntar cadê a fita crepe pra fechar a fralda, pois nem vai saber colocar uma fralda descartável!



Você está prestes a encontrar o amor verdadeiro: Encontrei no exato momento em que vi o rostinho lindo do meu Miguel. Meu coração transbordou de um sentimento que eu nunca havia experimentado. Nada se compara a esse amor.



Encontre tempo para apaixonar-se pelo seu bebê: Para mim, foi imediato: eu o vi e o amei de um jeito que não podia supor que fosse possível. Esse amor cresce a cada dia; falta transbordar do meu coração... e às vezes transborda mesmo: choro de tanto amor!



Encontre tempo para si mesma: Bom... eu me arrumo (com ele me olhando), vou ao salão (e sofro por deixá-lo durante meia hora do meu sábado), não abro mão de ao menos um super banho por dia (afinal, ele dorme!), vou ao shopping (com ele, ué...) e compro roupinhas, sapatos, acessórios (para nós dois!). Não saio sem rímel e blush, pelo menos. Ahhh não estou tão mal assim. Só não me peça para ir para a academia. Seria tempo demais sem meu pequeno e eu não suporto mesmo! Que tal uma volta na pracinha com ele?



Leva tempo para vc caber novamente naquele jeans: Leva sim! Talvez nunca mais volte a caber. Por isso mesmo eu selecionei alguns (poucos) que voltaram a servir, comprei mais alguns e coloquei os menores beeeeeeeem lá no fundo. Não vou ainda me desfazer deles, mas não vou me martirizar experimentando-os diariamente. Não mesmo!



Deixe a vovó mimá-lo: Deixo mesmo! E ela o faz pra valer!!! E o vovô também. E o pequeno amaaaaaaaaaa!!!



Ele vai ficar doente e vc vai ficar sentada ao lado dele a noite inteira, pra ver se ele está respirando: Dá pra pular essa parte? Não mereço ver meu pequeno doente; nenhuma mamãe merece. É demais. Até então, Miguel não teve nada mais sério, além de uma otite muito chata, mas meu coração se partiu em mil pedaços.



Seja corajosa: Eu sou! E quando bate o medinho, respiro fundo e lembro que – para o Miguel – eu sou o porto-seguro. E aí esse amor desmedido me dá coragem pra qualquer coisa.



Durma agora: É um conselho bom para as grávidas. Eu segui. Dormi bem (embora não muito, pois trabalhava – como ainda trabalho – o dia todo). De toda forma, sou uma sortuda: Miguel SEMPRE dormiu maravilhosamente bem. Às vezes, temo que pareça mentira, mas não é. Até os 2 meses, ele acordava uma vez (por volta das 3h da manhã), mamava e voltava a dormir até o dia amanhecer. Depois de 2 meses, ele passou a dormir 8hs seguidas e a nossa rotina era assim: dormir às 23h, acordar às 7h, mamar e voltar a dormir até as 10h ou 11h da manhã. De verdade, dormi MUUUUUUUITO durante a minha licença maternidade. (E já morro de saudade)



Imperfeito é o novo perfeito: Como falar de (im)perfeição ao olhar para o Miguel? Lindo, esperto, carinhoso, risonho, super alto-astral, extremamente saudável, sociável... MUITO MAIS que perfeito!!!



Respire: Sempre tive medo de virar uma mãe neurótica-descabelada-sem paciência total! Eu acho que vem daí esse conselho. E acho super pertinente: Respire antes de se descabelar. Eu, com minha ideia de que a – MINHA – maternidade (como tudo que faço por amor) é leve, não tenho nem me lembrado de respirar, pois isso acontece naturalmente, graças a Deus.



Confie nos seus instintos: MUITOOOO!!! Geralmente, instinto de mãe não falha. Confio no meu de verdade.





Bru, adorei fazer esse post e contar um pouco das minhas reflexões sobre a maternidade.

E você, amiga que acabou de ler, bora fazer o mesmo?



Beijosssss,



Perfeito é aproveitar cada momento!!!


quinta-feira, 29 de setembro de 2011

8 meses de lindeza!!!

De repente... 8 meses. Não mais do que de repente.




E agora eu olho pro lindo e vejo não mais um bebezinho, mas um menininho muito lindo, feliz, esperto, super ativo, que vive rindo, brincando e fazendo gracinhas. E como eu amo estas gracinhas:

- Miguel está um tagarela. Conversa o tempo todo. E adora falar sílabas repetidas. As principais são BÁ-BÁ-BÁAAAA (assim mesmo em caixa alta, pois ele fala isso com a voz bem grosa e forte! Parece até que está testando pra ver se está mesmo pronunciando de um jeito bem plosivo vozeado bilabial rsrsrs), Dá-dá-dáaaaaaaaaaaaa (olhando para algo e abrindo e fechando as mãozinhas, como se estivesse chamando esse algo. Sim, eu acho que o lindo atribuiu significado!!!), entre outras coisinhas. Mas o mais lindo foi que, na terça-feira da semana passada, dia 20/09, Miguel – olhando para mim – disse em alto e bom som: MÃ-MÃ-MÃAAAAA!!! Sem comentários. Meu coração faltou sair pela boca. Quanto amor, quanto orgulho!

- Ele mexe muito com as mãozinhas: abre e fecha, chamando alguém (a Luna, principalmente) ou alguma coisa. Bate palminhas quando cantamos “parabéns” ou “bate palminha bate”. Dá um tchau muito lindo, com mãozinhas abertas e agitando freneticamente os bracinhos, quando dizemos “Tchaaaaaaaau”. E às vezes confunde tudo: abre e fecha as mãozinhas quando cantamos parabéns, bate palminhas enquanto troco-lhe as fraldinhas ou dá tchauzinho do nada. Lindo de qualquer jeito! (“as mãozinhas são muito espertas, né, filho? Elas já sabem fazer muitas coisinhas e você fica olhando para elas muito entusiasmado!”)

- E por falar em Luna, ele a ama profundamente. Tenta chamar a atenção dela o tempo todo; se revira, onde estiver, para vê-la; quase enfia a mão dentro da boca dela, só para que ela dê uma lambidinha nos dedinhos... e aí ele dá gargalhadas! Que delícia! E ele passa as mãozinhas (sem um pingo de delicadeza, diga-se de passagem) na cabeça dela. Ela nem liga; abana o rabinho.

- Ganhou da madrinha o João Sorrisão e o João Sorrisinho. E ri para os dois. E pega o João Sorrisinho, aperta e morde (“cuidado, filho, pode furar”)! E chuta o João Sorrisão com os dois pezinhos, enquanto dá gritinhos de alegria e tenta pegar o grandalhão, mas não consegue. Como se diverte o meu pequeno!

- Amaaaaa a Cegonha que fica pendurada na porta do quarto dele (a mesma que enfeitou a porta da maternidade). Toda vez que passamos por lá, temos de parar para ele rir um pouquinho para ela e tentar agarrá-la pelas pernas compridas. Aí eu explico que a cegonha é da porta e fica empoeirada. (“Agora vamos dar tchau pra ela, filho. Tchaaaaaaau, cegonha!!!”)

- Como o banho é divertido! Miguel joga água para todos os lados, mas é muuuuuuuuuuuuuuita água. Bate as mãos e os pés com agilidade e força. E a mamãe aqui toma banho junto rsrs. E o lindo se vira, pula, dança, se joga, pinta e borda... E morre de rir quando tenta segurar o sabonete e este escorrega de suas mãozinhas. E eu rio muito junto! E adora escovar os dentinhos. Agora já não usamos a dedeira de silicone, mas uma escovinha da Oral-B própria para bebezinhos que já têm dentinhos. Ele gosta. Deixa a mamãe escovar e, depois, escova sozinho enquanto a mamãe ensaboa o corpinho. Na hora de guardar a escova, quase cisma de reclamar, mas a mamãe explica que a escova não é brinquedo e que ela ficará ali até a hora de escovar de novo os dentinhos. (“Agora vamos dar tchau pra ela, filho. Tchaaaaaaau, escova!!!”).

- Sente coceguinhas nos pezinhos quando mamãe dá beijinhos ou mordidinhas. Mas dá o pezinho de novo e espera o próximo carinho para morrer de rir.

- Quer porque quer se levantar sozinho (passar da posição deitado de barriga para cima para sentado, de uma vez só), sem qualquer apoio, usando simplesmente a própria força abdominal. E vai conseguir logo logo. Não dou mais uma semana!

- Está tentando engatinhar já há algumas semanas, mas ainda não engatou (embora já consiga se manter em 4 apoios e fazer movimentos para frente e para trás). O mais bonitinho é que, mesmo assim, ela chega onde quiser. E rapidamente. Se arrasta, rola, rola, rola. Rola mais um pouquinho porque percebe que rolou pro lado errado. E consegue chegar ao seu destino e pagar a mamãe, o papai, o brinquedinho e coisas muito, muito legais, como o telefone e o controle da TV.

- Tem dois dentinhos lindos e poderosos. No dia 06/09, estava mamando e mordeu a mamãe com muita força. A mamãe gritou e o Miguel chorou (“desculpe, amor, não quis te assustar.”). O peito da mamãe ficou machucado e sangrou bastante. Confesso que ficamos – os dois – receosos por alguns dias: eu com medo que ele me mordesse; ele com medo que eu gritasse. Por 2 ou 3 dias, ele mamou bem menos do que o habitual. Às vezes olhava para o peito, olhava para mim e chorava. Eu chorava junto. Estava, sim, com medo que ele me mordesse, mas o meu maior medo era que ele parasse de mamar. Conversamos muito. Eu expliquei a ele que adorava dar de mamar a ele, mas que ele precisava tomar cuidado porque agora tinha dentinhos e os dentinhos podiam machucar a mamãe. O lindo entendeu sim. O receio de ambos os lados passou, graças a Deus (e agradeço de verdade por isso!), e o meu amor voltou a mamar bem como antes. Às vezes passa o dentinho devagarzinho, como que me testando. E aí eu digo: “Não pode, filho, cuidado com o dentinho”. E ele ri e volta a mamar. Obrigada, Pai, por isso.

Miguel, filho amado, parabéns por seus 8 mesinhos. E muito, muito obrigada por já ter proporcionado à mamãe tantas alegrias. Você mudou tudo em mim. Mudou tudo para melhor. Eu aprendi a ser mais paciente; aprendi que eu não posso dominar tudo o tempo todo; aprendi a acordar cedo sem achar ruim só para garantir tempo suficiente para você mamar o quanto quiser; aprendi a cozinhar papinhas muito gostosas (ok, a sua vovó é que faz a maioria, mas ninguém precisa saber disso); aprendi a fazer os sucos mais deliciosos da face da Terra (aqueles que o papai disputa com você), aprendi a cantar tantas musiquinhas (decoradas e/ou inventadas); aprendi que nenhum livro pode ditar o que é bom pra nós dois e que o nosso contato é mais importante do que o que diz qualquer teoria. E eu ainda vou aprender muito mais, meu amor. Por você, para você e – principalmente – com você. Eu te amo com toda a força da minha alma. Te amo muito mais do que eu podia imaginar que soubesse amar. Incondicionalmente. Completamente. Eternamente. Imensuravelmente. Te amo.

Para não perder o hábito, alguns registros do último mês.



Miguel, João Sorrisinho, Papai e João Sorrisão



Hummmm que delícia!!!

Já sou um mocinho lindo!!!

Sou bem humorado até no bebê conforto


Tenho dois dentinhos lindos
e tenho carinha de arteiro!

Por hoje é só, pessoal!!!

Beijossss,

terça-feira, 30 de agosto de 2011

7 meses de felicidade

Pela primeira vez, o post de mesversário está atrasado. Um dia atrasado. Motivos não me faltam, mas eles não vêm ao caso agora. O importante é que mimei muito o meu pequeno ontem. Então vamos ao que interessa:

Filho,

Há 7 meses você chegou a esse mundo e fez o coração da mamãe transbordar de amor. O que a mamãe nem podia imaginar é que esse gigantesco amor cresceria dia após dia. E é isso que tem acontecido. Não dá para explicar o tamanho do que sinto por você; eu acho que já nem cabe na palavra amor... e não há outra palavra melhor; acho que o vocabulário da Língua Portuguesa precisa ser revisto com urgência, pois precisa ser inventada uma palavra cujo significado seja "aquilo que uma mãe sente pelo seu filho". Porque, tenho certeza, é algo único, que não se compara a nenhum outro sentimento.

Miguel, meu anjo, meu amor, minha vida, a mamãe nunca vai conseguir explicar a você o tamanho desse amorzão. Simplesmente, tenha certeza, você é mais do que TUDO para mim.

E como meu pequeno está crescendo rápido... parece que foi ontem que o recebi em meus braços. E agora já são 5kg a mais! E mais de 20cm a mais! E muita, muita esperteza. Um desenvolvimento como manda o figurino: PERFEITO!!!

E um pouquinho das nossas novidades:

No dia dos pais, 14/08, notei uma pontinha do seu primeiro dentinho (como a mamãe passava o dedo todos os dias, ficou fácil precisar a data) - foi o dentinho de baixo, do seu lado esquerdo. Mas foi só ontem, dia em que você completou 7 mesinhos, que a gengiva de fato rasgou. Durante esse intervalo, dava para notar que ora a pontinha estava para fora e ora para dentro (com os dentes sisos da mamãe, também acontecia isso. Normal!). Ahhh e a gengiva rasgou de uma vez para os dois dentinhos de baixo! Seu sorriso lindo está ainda mais encantador; e agora é só esperar os dentinhos crescerem!

Você já "enminhoca" do seu jeitinho há algum tempo, mas há cerca de 2 semanas está treinando MESMO para engatinhar! Quando de bruços, levanta o bumbum e dá impulsos com um só joelhinho. E consegue ir para trás rapidamente!!! E às vezes já consegue ir para frente também. Está se saindo muito bem, meu amor!!! E quando não alcança o que quer com os impulsos, rola e rola e rola! Para todos os lados e com muita agilidade. Daí que qualquer espaço é pequeno demais para você rsrs. E dá-lhe tapetes e almofadas!

Você ama a Luna cada dia mais. Sacode bracinhos e perninhas e dá gritinhos quando ela chega perto. Filho, você estende as mãozinhas para ela e dá gargalhadas altas quando ela, aproveitando a distração (às vezes proposital) do papai ou da mamãe, dá uma lambidinha nos seus dedinhos. Você vibra quando vê a Luninha chegar perto do seu carrinho. Eu tenho certeza, Miguel, assim que você souber engatinhar pela casa, vai direto para a porta da cozinha, só para espiar a nossa Luna. E posso apostar: a segunda coisa que você vai aprender a falar será "Luninha". Porque a primeira será "Mamãe", né, amor?

No penúltimo fim de semana, foi sua estreia no parque ecológico. E a mamãe percebeu a importância de ter um parque assim pertinho de casa. Levamos um edredom grandão, vários brinquedinhos, papinha de fruta da Nestlé (Sim, vc já come e adora. Assim podemos sair - e isso faz muito bem! - e garantir que a comidinha vai estar perfeita. Porque comida fresca fora da geladeira é que não dá, né, filho?) e brincamos muito na grama, na sombra de uma árvore. Foi uma tarde muito divertida!!!




              


Papai morre de orgulho ao vestir o uniforme do Cruzeiro em você. E não é que você fica lindo mesmo?






Bom.... você, meu menininho de 7 meses, continua muito, muito carinhoso, risonho, lindo, gostoso e é o bebê mais amado da face desta Terra. Orgulho da mamãe!!!

Muitos beijos

e

Feliz 7 meses!!!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Rapidinhas

Passando rapidinho, só para dizer que:

- Estou com muita raiva deste Blogger, que não me deixa comentar NADA em blog nenhum! Não pude comentar nem o post do papai, no blog De Mães Para Mães. Então, registro aqui: Que alegria ver o papai do meu príncipe - que tem certa dificuldade para expor sentimentos - registrar o seu amor, lindamente, para toda a blogosfera. Parabéns, Papai!!!

- Fiquei emocionada ao ver o 1.º presente de Dia dos Pais que meu Miguel fez na escolinha: uma lixeirinha para o carro, de algodão cru, decorada com a mãozinha do pequeno carimbada com tinta azul! Fofo demais!!! Papai amou muito!!!

- Há alguns dias, notei que a gengiva do pequeno estava inchadinha. Daí, óbvio, passei a prestar atenção e colocar o dedo ainda mais para sentir (já faço isso com frequencia, no banho, antes de escovar com a dedeira de silicone). Ontem pela manhã, apenas o inchaço continuava. Ontem à noite, senti e vi a primeira pontinha de dente do meu filho. Fiquei emocionada; meu bebê está crescendo rápido demais!!!

- Um mês depois de voltar a trabalhar, estamos MUITO bem. Miguel gosta da escola e das cuidadoras e elas gostam dele. Ele se alimenta bem, dorme bem e brinca muito! E, o melhor, continua mamando no peito - e com MUITA vontade - de manhã e depois que chego do trabalho. A minha produção de leite se adequou à demanda e tudo está muito natural. Sem sustos, sem traumas, sem problemas... Só coisa boa na nossa vida!

- Miguel adora MESMO o computador e o notebook. Não pode ver o papai ou a mamãe teclando e já vai logo mostrando que quer também.



- Cada dia o lindo aprende uma sílaba nova (ou uma combinação delas). E repete incansavelmente. E eu amo!

- Todo mundo aí já sabe que meu bebê é lindo, esperto e muito carinhoso? Pois é. Cada dia mais ele é tudo isso e mais e mais!!! E está tão risonho e gostoso, que me dá vontade de morder!!!



- E agora eu já vou, pois hoje é feriado na ensolarada BH (delíciaaaaa x 2) e eu tenho um menininho lindo e gostoso para curtir muito!!!



Beijossss

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Post especial: sorteio, niver, mesver e novidades

Eis aqui um post muito especial! Por quê?


- Divulgação da ganhadora do sorteio Cheirinho de Bebê;

- 28 aninhos da mamãe que aqui vos fala;

- 6 mesinhos do Miguel lindo;

- Muitas novidades na nossa vida.



Então vamos por partes:



**********

E a ganhadora do sorteio do Kit Cheirinho de Bebê é.....

Tchan tchan tchan than

.

.

.

.

.




E o número 20 é o número da ROSI!!!!! A mamãe do Dudu lindo!!!!


Parabéns, Rosi querida, entrarei em contato por e-mail para que você me passe o endereço para postagem, ok?

Obrigada a todas vocês, que prestigiaram o sorteio!



**********

E hoje é o meu aniversário. Não é simplesmente mais um aniversário da Tati. É o primeiro aniversário da Tati, mamãe do Miguel. E isso faz essa data ser ainda mais especial. Hoje, aos 28 anos e mamãe de um bebê tão lindo, sinto-me muito, muito feliz, plena, realizada, repleta de mim mesma. Hoje é o primeiro aniversário de uma Tati muito mais completa. Sim; mereço os Parabéns!!!



**********

E para fazer esta data ainda mais importante, hoje o meu pequeno lindo completa 6 meses de vida. Meio aninho de pura gostosura! Há exatamente 6 meses eu recebi em meus braços o maior de todos os presentes; o meu Miguel – tesouro enviado por Deus. Como sou feliz por isso!

A cada post de mesversário, acontece dentro de mim uma verdadeira explosão de amor. Inflo o peito e penso: “quero escrever aqui todo esse amor que sinto!”. Só que é impossível. Esse amor tão nobre transcende qualquer palavra; extrapola os significados mais belos, mais doces, mais sublimes. E não consigo dizer mais do que isto, mesmo sabendo que isto é pequeno diante do que vai em meu coração:

Filho, há 6 meses eu sei o que é não ter limites para querer o bem de alguém. Há 6 meses eu sei o que é ter uma prioridade na vida. Há 6 meses eu sei o que é se preocupar com o bem-estar de alguém mais do que com o meu próprio. Há 6 meses eu sei o que é sentir os olhos transbordarem ao olhar um sorriso ou ao ver uma mãozinha tocar o meu rosto. Há 6 meses eu conheço o significado da palavra MÃE. Há 6 meses eu entendo o real sentido do verbo AMAR.

Filho, obrigada por, há seis meses, fazer com que os meus dias sejam mais iluminados, mais doces, mais apaixonantes, mais lindos e mais – muito mais – felizes. Amo você cada dia mais. E mais. E mais. E mais.



**********



E o mundo de Miguel é repleto de novidades. De todos os tipos:



• Hoje fechamos a 3.ª semana de trabalho. E nossa rotina mudou bastante. Acordo pontualmente às 5h30, tomo banho, me preparo para sair. Às 6h20 coloco o Miguel ainda sonolento para mamar. E eu o amamento com gosto. E ele mama com gosto. E muito. 30 minutos depois, troco-lhe a fraldinha, embrulho o pequeno num cobertor quentinho e seguimos para a casa da vovó. Deixo o lindo no único colo quase tão gostoso quanto o da mamãe e, com o coração tranquilo (ainda que com saudade), sigo para o trabalho. De lá ligo várias vezes, claro: depois das 9h, para saber se ele tomou o suquinho. Depois das 11h, para saber se ele almoçou. Depois das 13h, para saber se tomou banho e dormiu. Depois das 15h, para saber se comeu uma frutinha ou tomou uma vitamina. E às 16h30 saio do trabalho. Dirijo o mais rápido que permite o trânsito de uma grande cidade. E por volta das 17h10 sou recebida pelo sorriso e pelos bracinhos mais carinhosos deste mundo. E beijo. E beijo. E beijo mais. E aperto. E mimo. E abraço. E sou abraçada. E o amamento. E ele mama. E sorri. E me olha. E mama mais. E assim seguimos, colados, até a noite. Até que dou um gostoso banho, seguido de massagem, roupa cheirosinha e muito colinho. E ele mama mais. E dorme ao meu lado. E sempre acorda de madrugada, levanta a cabecinha para se certificar de que estou ali. Procura a minha mão e segura. Deita a cabecinha um pouquinho mais perto de mim. E adormece de novo. E eu olho, embevecida, aquele rostinho angelical. E adormeço também, agradecendo a Deus por tamanha felicidade.



• Tenho um Miguel cada vez mais esperto: presta atenção em tudo, reconhece as pessoas, se joga nos colos preferidos, adora brincar de pular e de serra-serra (e reclama MUITO, aos gritos, quando a brincadeira acaba, pois quem tem de dizer a hora de acabar é ele. Favor não contrariar.).



Fica sentadinho e é a coisa mais linda do mundo, mas acaba se desequilibrando quando cisma de pegar alguma coisa fora do alcance. Fica em pé apoiado em alguma coisa, sem que precisemos segurá-lo; e não se desequilibra! Quando colocado de bruços, “enminhoca” em busca do seu objetivo (geralmente, um brinquedo estrategicamente posicionado ou a mamãe mesmo). Fica sentado sozinho na banheira, mas é bom não abusar, pois logo a bagunça começa (e que bagunça faz esse lindo na hora do banho!) e o risco de “tomar um caldo” é grande.


Dá gargalhadas quando a mamãe ensina a falar: “Mã-mãe!” (Filho, isso não é piada; é para repetir!). Adora quando a mamãe escova os dentinhos (oops, a falta deles) com a dedeira de silicone, mas depois quer escovar sozinho, então a mamãe tem de deixar a dedeira na mãozinha dele (Tudo bem, Filho, vá treinando!).



Adora que cantemos para ele; pode ser qualquer música. E ele sorri e canta junto, acompanhando o ritmo: “oooo aaaa ooo ooo”. É lindooooo.



Já faz caminhão com a boca (e às vezes o faz com papinha na boca e aí... ó, céus...) e já sabe brincar de “cadê - achou”. E morre de rir.



Fica testando as várias frequências que pode conferir à sua voz. E entoa sons graves, gravíssimos, agudos e agudíssimos. Gracinha!



Tem muita força, então puxa tudo o que estiver ao alcance. Dia desses quase arrancou a toalha da mesa, levando junto tudo que tinha em cima. E outro dia, enquanto mamãe lhe mostrava o passarinho na gaiola, ele quase jogou a gaiola e o pobre bichinho no chão. Tive de pensar rápido rs.



Espero que eu esteja errada, mas tudo indica que terei um pequeno destruidor de brinquedos: ele sempre tenta separar os brinquedos em partes, geralmente puxando cada orelha para um lado ou tentando arrancar nariz, rabinho, bolinha, chapéu ou qualquer coisa que lhe pareça fácil de rasgar / separar / desmontar. Dizem que o papai desmontava TODOS os brinquedos – e depois não sabia o que fazer com todas aquelas pecinhas (resultado: brinquedo quebrado!). Será que isso é hereditário?



• Tenho um Miguel cada vez mais carinhoso: Um príncipe esse meu filho! Nunca vi um bebê tão doce. Ele faz carinho no meu peito enquanto mama, procura a minha mão para segurar, faz carinho no meu rosto, nas minhas costas, na minha barriga, beija o meu ombro quando em pé no meu colo, beija o meu rosto quando pertinho. E me abraça. Abraça com os braços. Abraça com as perninhas. E eu me derreto mesmo!



• Meu Miguel é um comilão de frutas. Ama todos os sucos e ama as papinhas de frutas preparadas pela mamãe, principalmente de manga, de banana, de caqui e de mamão misturado com pera. Continua mamando bastante o leitinho da mamãe (e quer mesmo quando não está com fome). Está aprendendo a aceitar as papinhas salgadinhas, mas ainda não come com a mesma vontade com que devora as frutas.



• Meu pequeno, desde que nasceu, tem muuuuuuuito cabelo. Ou melhor, tinha. Os cabelinhos estão caindo a olhos vistos. A cabeleira está agora cheia de falhas, com fios de diferentes tamanhos, cores e texturas! (Prepare-se, Miguelzinho, vou encher a sua careca de beijos!!!)



• Os olhos do meu príncipe são inexplicavelmente lindos. Porque são absurdamente vivos e perspicazes e porque têm uma cor quase indecifrável (que a médica chamou de verde-garrafa, mas que eu enxergo azul-escuro à noite e cinza rajado de verde na maior parte do dia). Algumas pessoas me dizem que a tendência é clarear um pouco ainda. A pediatra disse que a cor não muda mais. Dá para ver abaixo?




• Meu Miguel é muito feliz. E a felicidade está sempre estampada naquele rostinho lindo e corado, naquela boquinha banguela e sorridente, naquelas gargalhadas escandalosas, naqueles gritinhos que enchem a minha vida de encanto. O pequeno não chora, está sempre de bem com a vida e distribui sorrisos por onde quer que vá. É muita bênção para uma mãe! Obrigada, Deus!



Bom... acho que é isso. Aos poucos me adapto à nova rotina e volto a comentar os blogs das amigas (se o blogger deixar, pois ultimamente eu leio e não consigo comentar nada) e a atualizar mais vezes o meu próprio blog. Merecemos!



Beijosssss!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Sorteio Cheirinho de Bebê - Lista de participantes

Olá, Pessoal,

Segue a lista dos participantes do sorteio Cheirinho de Bebê.





Confira, por favor, o(s) número(s) com o(s) qual(is) você está participando, o seu nome e o nome do seu bebê:



1 Natália - Maria

2 Natália (facebook) - Maria

3 Iara - Arthur

4 Isabela - Thiago

5 Isabela (facebook) - Thiago

6 Isabela (twitter) - Thiago

7 Isabela (blog) - Thiago

8 Maikely - Jaziel

9 Cintia - Clarissa a caminho

10 Maria Paula - Sobrinho a caminho

11 Vanessa - Isabela

12 Dani Lunkmoss - Samuel

13 Daniela - Lorenzo

14 Alessandra - Ana Luiza

15 Tatiana - Daniel

16 Cecilia - Mariah

17 Edna - Pedro

18 Edna (facebook) - Pedro

19 ? Alexandra - (nome e idade do bebê?)

20 Rosi - Eduardo

21 Jéssica - Karina

22 Mayra Suelen - logo estará a caminho

23 Mayra Suelen (facebook) - logo estará a caminho

24 Mayra Suelen (blog) - logo estará a caminho

25 Giselle - Alice a caminho

26 Raquel - Afilhada Maria Luiza

27 Raquel (facebook) - Afilhada Maria Luiza

28 Raquel (orkut) - Afilhada Maria Luiza

29 Tatiana - Beatriz

30 Camila - Victor

31 Neinha - Yan Gabriel

32 Marcella - Ana Clara

33 Bárbara - Miguel

34 Elexina - Raul

35 Elexina (twitter) - Raul

36 Elexina (facebook) - Raul

37 Fátima - Frederico

38 Fátima (facebook) - Frederico

39 Nivea - Anna Beatriz

40 Bruna - Pedro

41 Bruna (facebook) - Pedro

42 Juliani - Eduardo


Peço à participante de número 19 que, por favor, envie até amanhã (por comentário neste post) o nome e a idade do seu bebê, para que - se o seu número for sorteado - seja válido.
 
Agora é só torcer para que o seu número seja o sorteado.
 
Agradeço a todas pela participação! Boa sorteeeeee!!!
 
Beijosssss

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Ainda não se inscreveu?

Últimos dias para participar do sorteio do kit Cheirinho de Bebê!!! Ainda não se inscreveu? É só clicar aqui. Ainda dá tempo!

Boa sorte a todas.

Beijosssss

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Obaaa!!! SORTEIOOOO!!! E Cheirinho de Bebê no ar...

E tem sorteio por aqui também!!!

Há algumas semanas, recebi um e-mail muito gentil da empresa Cheirinho de Bebê. Vocês conhecem?



Trata-se de uma marca genuinamente brasileira e séria, que tem como missão despertar emoções e
sentimentos inesquecíveis, oferecendo produtos seguros e de alta qualidade.

Com uma fragrância inconfundível, Cheirinho de Bebê nos remete ao tempo de infância, de toda a inocência e reflete o carinho que recebíamos de nossas mães quando éramos bebês.

Além de oferecer esse cheirinho de infância, a marca tem uma série de preocupações e cuidados. Todos os produtos são aprovados pelos rigorosos testes dermatológicos e nenhum deles é testado em animais.

A intenção do contato era firmar uma parceria que pudesse levar a marca para um público maior, para que cada vez mais pessoas possam se identificar e se aproximar. Meu blog foi escolhido, uma vez que por aqui passam muitas mamães e futuras mamães, que certamente se interessariam por conhecer os produtos.

E aí eu recebi um kit lindo, contendo 2 sabonetes e uma colônia, para que eu testasse e, se aprovasse, sorteasse um outro kit, igualzinho, entre as minhas leitoras. Pois bem. PRODUTOS TESTADOS, APROVADOS E MIGUELZINHO COM UM DELICIOSO CHEIRINHO DE BEBÊ.

 


E você? Quer também concorrer a um lindo kit e correr o risco de ser a sortuda que também terá um bebê assim, tão cheirosinho???

É muito simples. Basta ser seguidora do meu blog e deixar um comentário neste post, dizendo seu nome e seu e-mail, e o nome e a idade do seu bebê (as amigas gravidinhas, as que estão nas "tentativas" e aquelas que estão apenas na fase de "planejamento" também podem participar, claro!).

Quer chances extras? É só divulgar a promoção no seu blog, no facebook, no orkut ou no twitter. Automaticamente, você receberá uma chance extra para cada rede social em que fizer a divulgação (por favor, teste o link e envie-me também no seu comentário, neste post).

Logo abaixo seguem os links das redes sociais do Cheirinho, para que vocês conheçam mais sobre a marca e sobre os produtos disponíveis:


Os comentários para inscrição no sorteio devem ser feitos até o dia 24 de julho (domingo). O resultado será divulgado no dia 29 de julho (sexta-feira - meu aniversário e dia em que Miguel completará 6 mesinhos!).


BOA SORTEEEEEEEEEEE.

Beijos com Cheirinho de Bebê,

Tati e Miguel

Chegou!!!

Pessoal, a mamadeira linda que ganhamos no blog da Dani chegou! Já provamos e APROVAMOS!!! Miguelzinho amou.

Beijossss

quarta-feira, 29 de junho de 2011

5 meses de festa em nossos corações

E o tempo continua voando: Hoje o Miguel completa 5 meses!!!

Parabéns, amor da minha vida!!!

E eu só tenho motivos para agradecer:

Obrigada, Deus Pai, por ter me enviado um presente tão perfeito, tão especial, lindo, encantador, esperto, angelical, carinhoso, risonho, comunicativo.

Eu jamais poderei agradecer tamanha bênção.

Peço-Lhe apenas que me ajude a mostrar a ele sempre o caminho da verdade e do bem. E que nunca, nunca mesmo, nos falte tempo ou oportunidade para jurar um amor imenso, recíproco, verdadeiro e eterno!!!

**********

E temos novidades:
Na semana passada, o pequeno foi ao salão para seu primeiro corte de cabelo. E ficou tão lindo, mas tão lindo, que a mamãe se apaixonou mais ainda (como se fosse possível):


No sábado (25/06), Miguelzinho foi batizado pelos titios Thami e Leo e consagrado à Nossa Senhora pelo priminho Arthur. Depois da cerimônia, fizemos uma gostosa festinha para padrinhos, pais, titios e avós na casa da vovó Leila. Tinha caldo de feijão, de mandioca e de abóbora, patezinhos com torradas coloridas, conserva de berinjela, pão feito no forno a lenha pelo vovô Luiz, cerveja, refri, vinho... Tudo uma delícia! E, claro, um lindo bolo! Meu príncipe estava muitooooo príncipeeeeee:
















Dar banho no pequeno está uma loucura: ele bate as perninhas, os braços, as mãozinhas, inventa de dar uma olhadinha nos pés, quer pegar a minha roupa, tenta me puxar para dentro da banheira, quase toma "um caldo" ao tentar soltar a cabeça dos meus braços, balança a cabeça enquanto eu lavo os cabelos, tentar pegar os bichinhos estampados no trocador da banheira, coloca as mãos nos cabelinhos quando estão bem ensaboados e depois coloca na boca a mão cheia de espuma, quer ele mesmo segurar o chuveirinho, se apoia na borda da banheira para ficar sentado e, desde ontem, descobriu que há algo ali no meio das suas perninhas. E decidiu que vai puxar para ver o que é... Mamãe já avisou que, se puxar, vai doer!!!


Consegue colocar os pezinhos na boca. E se estiver de meias, não faz mal: ele já sabe tirar!!! 


Está quase se sentando sozinho. E é a coisa mais linda do mundo: faz uma força danada para levantar o corpinho e depois cai para o lado!


Ri muito! De tudo e para todo mundo! E gargalha... E quer brincar o tempo todo... E fica esperando fazermos de novo quando paramos de brincar.


Amaaaa os suquinhos. Balança o corpinho todo e ri quando vê o copinho!!! E amaaaa as papinhas de fruta. Abre a boquinha esperando a próxima colherada e acha ruim quando demora. As frutas preferidas são banana nanica, manga e caqui. O suquinho preferido é de laranja + mamão + ameixa. E o mais engraçado é que, mesmo adorando as novidades, ele quer mamar o leitinho da mamãe cada vez mais - pede (e ganha) o tempo todo.


Ele continua dormindo no meu quarto, na big cama que eu "construí". E eu amo!!! E ele só vai sair de lá quando eu achar que deve (ou quando ele for andando para o próprio quarto rsrsrsrsr)!!!


Ele ama a abertura da novela Morde & Assopra. Ninguém mostrou. Simplesmente ele percebeu a abertura sozinho quando estávamos na sala, brincando. Ele parou tudo e ficou prestando atenção. E agora faz isso sempre que vê a tal abertura. Está encantado pelo dinossauro e pela robozinha.




Tem as perninhas grossas mais lindas da face desta terra.


É extremamente comunicativo. Às vezes eu esqueço que ele não sabe falar ainda, pois ele diz tão claramente o que quer, que parece que usou palavras. E por isso mesmo ele quase não chora; não precisa.


Digita muito no computador! Principalmente, dá muitos espaços rsrs! Fica sentadinho no meu colo enquanto mexo no computador e aproveita!


Está cada vez mais lindo, mais esperto, mas carinhoso (nossa... como meu filho é carinhoso!). E por essas e outras, é cada vez mais amado - só não me perguntem como é possível amar mais ainda. Não sei que amor desmedido é esse... só sei que é grande demais, imenso, infinito... E faz um bem danado!


**********

E a volta ao trabalho é iminente. Falta apenas 1 semana e meia. No dia 11/07, pela primeira vez após 5 meses e meio, sairei para trabalhar e não passarei todo o meu tempo grudada na pessoa mais preciosa do mundo. É hora de - agora sim - cortar o cordão umbilical.

Estou apreensiva, claro, mas com o coração certo de que a melhor decisão foi tomada. O elo que nos une já é forte ao extremo; jamais se quebrará, jamais será enfraquecido. A saudade que sentiremos um do outro ao longo do dia ligará ainda mais os nossos corações. E aproveitaremos muito as noites, os feriados, os sábados, os domingos... E seremos felizes sim. Muito!!!


**********

Amigas queridas, nos últimos dias não pude visitar os bloguinhos de que tanto gosto, mas colocarei a leitura em dia, ok? Já não posso ficar sem notícias desses babies lindos!!!

Beijossssss