domingo, 23 de dezembro de 2012

sábado, 8 de dezembro de 2012

1 ano e 10 meses de meu Miguelzinho

Então há pouco mais de uma semana ele fez 1 aninho e 10 meses. E está lindo, muuuuuuuuuuito arteiro, extremamente esperto e inteligente, muito independente pro gosto dessa pobre mãe e falando pelos cotovelos.

Não quero escrever muito porque ele vai acordar logo, mas algumas coisas precisam ficar registradas, né?

- A carinha de sapeca que ele faz antes de dormir:




- Está tão cheio de vontades, que é ele que tem de escolher o que vestir e o que calçar. E mesmo se, com muito sacrifício, eu consigo fazer o pequeno vestir uma roupa bonitinha escolhida por mim, ele cisma de colocar "o chenelo" e ninguém faz mudar de ideia. Fazer o que, né?




- O sorrisinho forçado mais LINDOOOO desse mundo que ele dá quando pedimos: "Faz uma carinha linda?"



- O 1.º teatrinho da escola:





 Claro que este merece mais detalhes:

Resumidamente, o teatrinho foi a representação do nascimento do Menino Jesus numa manjedoura. Então lá estavam: João e Maria com o Menino, alguns animaizinhos (Miguel era um dos bichinhos), os 3 Reis Magos e algumas estrelinhas. Um amor!!!

Meu pequeno entrou em cena e, mesmo ressabiado por conta de toda aquela gente ao redor, sentou e ficou lindinho. Olhou muito para a mamãe, sorriu algumas vezes, tirou da cabeça o chapéu que o caracterizava e jogou bem longe.

Ao final, antes de correr pra dar um beijinho na mamãe, cantou (ops, ele não cantou. Ficou só ouvindo. Afinal, estava nervoso o meu pequeno estreante rs) esta musiquinha:


Alegria de Natal

Pinheirinhos! Que alegria !
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
Sinos tocam noite e dia !
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
É Natal que vem chegando
Tra-la-la---la-la-la---la-la-la
Vamos, pois, cantarolando :
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la

Todos juntos exultemos ;
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
Velhos hinos recordemos ;
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
Pois, assim, joviais, contentes
Tra-la-la---la-la-la---la-la-la
Traz Papai Noel presentes ;
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la


Mais um ano vai-se embora ;
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
Outro chega sem demora ;
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la
Tudo é festa, brincadeira
Tra-la-la---la-la-la---la-la-la
Viva a gente prazenteira !
Tra-la-la-la-la---la-la-la-la


 

Fiquei muito, muito orgulhosa!!! Afinal, foi o 1.º teatrinho do meu filho!!! E o 1.º teatrinho a gente nunca esquece!!!


- Fizemos Amigo Baby (das mamães amigas virtuais dos blogs e redes sociais). Ainda não posso divulgar, mas o meu presente já chegou, LINDOOOOOOOO. E eu preciso só postar a carinha de alegria do meu filhote curtindo o presente. Depois divulgo os detalhes, na data combinada:



- Está fascinado pelos enfeites de Natal e, principalmente, pelo "Papai El". Tanto, que até dormiu com o gorrinho do bom velhinho. Fofo, fofo:



Ahhh e pra não esquecer de registrar mais um capítulo da história do Samuel, uma fotinho da mamãe com 5 meses de gestação (e algumas queridas lindas paparicando a barriga):



Então por hoje é só!!!

Beijinhos,

Tati, Miguel e Samuel






sábado, 10 de novembro de 2012

Comendo sozinho

1 ano e 9 meses!

Daí que ele aprendeu mesmo a comer sozinho.
E então todos os problemas na hora da refeição acabaram!

E eu percebi que TUDO passa depressa demais...



Beijos nossos!

Miguel cantando

Daí ele quis colocar a "opa de pince".
Depois ele subiu sozinho no "cainho". Detalhe: fazia meses que nem encostava no carrinho.
E disse:
_ Miguel vai nanar.
E, sem mais, começou a cantar:



E a mamãe ficou... BABANDO!!!!

LINDOOOOOOOOOOOOOOO!!!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

O MEU MUNDO AZUL, DE BOLAS E CARRINHOS

Então ontem, dia 05/11/2012, às 17h, com 15 semanas e 6 dias de gestação, a confirmação: É MENINO!

No fundo, eu já sabia que mais um príncipe estava habitando o meu ventre. Mas estava ansiosa por essa confirmação.

O mais legal disso tudo não é que eu amo ser mãe de menino (embora eu ame MESMO) e nem que não me vejo mãe de menina (ok, não me vejo, mas aprenderia, né?). O mais legal disso tudo é que, sem dúvida, essa era a melhor alternativa para o meu Miguel. Afinal, ele vai ganhar um companheiro de brincadeiras e travessuras. Alguém para dividir os brinquedos e os segredos. Alguém que, provavelmente, gostará de bola tanto quanto ele. Alguém que poderá fazer-lhe companhia nas aulinhas de futebol e nas idas ao campo com o papai. Alguém com quem conversar, antes de dormir, sobre as namoradas. Um amigão pra curtir a infância e um amigão pra curtir a adolescência. Vão brigar às vezes, certamente, como todos os irmãos. Mas, não tenho dúvidas, está aqui dentro da minha barriga o melhor amigo do Miguelzinho.

E eu... bem... Continuo sendo única entre os homens da minha vida! E isso é bom, né? Fala sério!!!

O pequetito já tem 14cm. É grande para a idade gestacional, mas eu fiz sim as contas certinhas!!! É agitado na barriga como o irmãozinho mais velho: pula, faz piruetas, coloca os bracinhos para cima, vira-se de um lado para o outro. E eu já estou sentindo as mexidinhas há cerca de duas semanas. Estava louca para sentir isso de novo. Quem já passou por isso sabe que não exagero ao dizer que é uma sensação indescritivelmente maravilhosa. Uma das melhoras da vida!

 Estou feliz. Sinto-me muito, muito abençoada. Abençoada pela minha saúde, pela saúde da minha família, por estar sendo capaz de, de novo, gerar um bebê, por tudo estar, de novo, correndo tão bem. Só tenho razões para agradecer MUITO a Deus por esse mundo azul que Ele me proporciona.

Obrigada, Senhor!

E aí está uma foto do meu caçulinha:






Seja muito bem-vindo, meu filho!!!






E uma do meu primogênito gatíssimo:




_"Adê" o Miguel?
_ Achou!!!






 Beijos nossos!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

1 ano, 9 meses e um vaaaaasto vocabulário


1 ano e 9 meses... estou quase perdendo as contas, de tantos que são os meses desde que o meu lindo amor nasceu: 21 meses! 

Minha cabeça anda fervilhando por conta dos 2 aninhos. Ano passado, a essa altura, eu já havia decidido tudo: Buffet, lembrancinhas, vídeo, tema, roupas, adicionais, etc. etc. Este ano simplesmente não sei como será: Buffet de novo? Qual? Uma viagem enquanto ainda somos 3 (embora a mamãe aqui estará com um belo barrigão 6 meses e meio)? Festinha na escola e depois um bolinho só pra família? Não sei! Há de se lembrar que tenho um quarto para fazer! Um quarto que deve ser lindo e encantador, digno do seu dono: meu menininho de 2 aninhos! Sendo assim, o assunto “2.º niver” terá próximos capítulos!

Miguel anda muito, super, ultra, mega bagunceiro, arteiro e desobediente. Não sei se já são os “terrible twos”, o fato é que piorou bem nos últimos meses. E eu (pobre mãe, educadora e psicopedagoga) confesso que na prática a teoria ajuda, mas não funciona!!! Rá! Disse tudo, né? É mais ou menos assim: entre conversar, colocar de castigo ou bater (por favor, nem pensem em colocar a última opção em prática), posso optar por qualquer um porque na atual fase crítica nenhum funciona mesmo! Brincadeiras à parte, óbvio que continuo conversando. Não funciona agora, mas um dia eu venço pelo cansaço e pela coerência. Acho que, com crianças pequenas, a coerência é a verdadeira alma do negócio. O que não pode é uma hora deixar e outra não! Se algo é inaceitável, tem de ser sempre, por mais cansativo que seja. Não dá para “largar pra lá”.

Ele continua um gracista de marca maior, com todas aquelas “caras e bocas”! Um ator, o meu pequeno. Gosta de fazer gracinha porque sabe que conquista.  

Anda cismado com a fantasia de Pequeno Príncipe (herança da festa de 1 ano, que ficou esquecida no guarda-roupa por meses!). Ele pede a “opa de pince”, veste e desfila... com toda a pompa que um legítimo príncipe deve ter! Já dormiu com a fantasia, óbvio!

Já dormiu também de sapatos. Porque cisma com determinado par (mesmo que ainda seja 2 números a mais que o pezinho dele), calça e não quer tirar por nada. Aliás, ele nunca quer os sapatos que eu escolho. Sempre quer “Oto papato, mamãe, oto!”. Quando é possível, eu digo que é possível. Quando não é, eu explico o motivo e voilà, pois ele ainda é novinho demais para decidir tudo. E tenho dito! Ir para a escola com umas pantufas enormes não rola, filho! Sinto muito!

Não posso esquecer que também já dormiu de boné. Aliás, é fissurado por bonés. Os dele e os do papai. Ama e ama! Ninguém incentivou. Ele simplesmente ama!

E já dormiu com a sunga do cruzeiro. Sem comentários.

A verdade é que entre berrar e dormir com algo que não seja exatamente um pijama, fico com a segunda opção. E deixo para me desgastar com o que realmente vale a pena.

Ama colorir. Tem um tapetão no quarto dele. A parte de baixo é tipo um plástico (ou lona?) bem grosso e resistente. Eu, então, tive a ideia (genial rsrsr) de virar o tapete ao contrário, com o plástico para cima, e deixar o lindo colorir lá em cima: suja o tapete (afinal, todas as folhas do mundo são pequenas), mas depois eu viro para o lado certo de novo e ninguém vê. E o chão continua intacto, obrigada! 

Bom, o chão do quarto dele continua intacto, mas o da cozinha não! Dia desses, ele rabiscou o meu porcelanato preto com caneta de retroprojetor. Aquela da tinta permanente! Pelo menos não foi o porcelanato branco, né? Sempre pode piorar! Então, o jeito é ficar feliz e manter a caneta em local mais seguro.

Não para um segundo, por isso acaba caindo e se machucando. A última vez ganhou um roxo e um belo corte pertinho do olho (ai, meu coração de mãe!). Estava na toca de bolinhas. Foi sair correndo, tropeçou e bateu o rosto no home theater. Cortou bem ao lado do olho. Ficou com o olho todo roxo. Chorou quase nada porque ninguém pode dizer que tenho um filho manhoso. Definitivamente o meu Miguel não tem nada de chorão.

Pra finalizar, acho que o mais delicioso dessa fase tem sido mesmo a tagarelice. Miguel está falando tudo, tudo, tudinho! A rapidez do processo de surpreendeu. Eu entendo cerca de 90% do que ele diz. As pessoas de fora entendem cerca de 50 ou 60%, o que eu acho que já é bem considerável. Claro que ele ainda fala muito mais quando está só entre os MUITO próximos, mas têm se soltado com mais pessoas. Fala coisas lindas de morrer de amor! Vou tentar citar algumas das mais engraçadinhas. O restante é mais certinho:

Elefante: pante
Elefantinho: pantinho
Ursinho: uxinho
Papai do Céu: Papai Xéu
Quebrou: bodou (essa eu não sei de onde ele tirou!)
Borboleta: poti (analogia à música “Borboletinha, tá na cozinha...”. Ele que inventou.)
Madrinha: mainhaaaaa
Pirulito: bate (analogia à música “Pirulito que bate bate...”. Ele que nventou)
Jacaré: acaié
Arroz: aoooooiz (assim, com o “o” bem prolongado)

E agora está falando o nome das pessoas da família:
_Como a mamãe se chama? TTTTTaTTTTTTi (Com T bem marcado, com a língua na ponta dos dentes)
_ Como o papai se chama? Deiegoooooo (com alguma variação para “Deego, às vezes”)
_ Como a mainha se chama? Namiiiii (o nome da madrinha é Thami)
E mais:
Titia Caquel (titia Raquel)
Padinho Leo (padrinho Leo)
Vovó Ieia (Vovó Leila)
Vovô Uigi (Vovô Luiz)
Vovó Juju (Vovó Zuzu - Zulmira)
Titia Lalá (titia Lalá mesmo - Larissa)
Tio Dé (tio Dé mesmo - André)
Maíja (priminha Maria Luíza)
Bija (bisa ou bisavó)

E agora um pouquinho do meu lindo se divertindo na escola:






 Por hoje, é só. 



Ahhh e aproveito para dizer que o segundinho aqui dentro da barriga da mamãe que vos fala está muito bem, obrigada. Semana que vem temos outra US (4 meses - Já!) e saberemos, de uma vez por todas, se chegará mesmo outro lindo menino à minha vida ou se há alguma surpresa.

E a minha barriguinha está assim:


 

beijos nossos!







sábado, 29 de setembro de 2012

1 ano e 8 meses. E meu menino é tão lindo!!!

A verdade é que sempre foi lindo, mas agora está ainda mais! Tão sorridente, olhar vivo, bochechinha rosada, boquinha desenhada a mão, cabelinhos tão brilhantes, a pele mais linda do mundo.... Meu Miguel perfeito!!!



E não é só lindo. É tagarela!

Fala pelos cotovelos. Fala tudo e mais um pouco. Nomeia todas as coisas, elabora pequenas e médias frases. Canta e canta. E repete tudo o que ouve.

Pra morrer de amor:

_Panteeeee, dê voxê???? (Elefanteeee, cadê você??? – quando perde o elefante ou qualquer outra coisa, trocando o vocativo, obviamente).



E não é só tagarela. É carinhoso!

Ele faz tanto carinho no meu rosto e no meu cabelo quando estamos “ensaiando para dormir”... Ele pede colo com bastante frequência (ta... daqui a pouco a coluna dessa pobre mãe grávida não aguenta. E ele há de entender!) e faz carinho no rosto, dá um beijinho ou uma mordidinha na bochecha! Ele diz que ama e desenha, com os dedinhos indicadores, um coração no ar:

_Ama a mamãe! (e também ama o papai, ama a mainha (madrinha), ama a vovó, ama o vovô, ama a titia, ama a Luna e ama o gol – às vezes ama tudo de uma vez... e vai falando na sequência!)



E não é só carinhoso. É arteiro.

Bom... arte é o que Miguel mais faz na vida. Todos os dias, ele joga as cascas de imbuia do vaso no chão da sala. Todos os dias, joga coisas indevidas para a Luna (bonés, colheres, chupetas, brinquedos, roupas e até um pacote de macarrão). Mexe em tudooooo. Arranca tudo das tomadas. Já ficou de castigo alguns pares de vezes; e quando sai do castigo faz – imediatamente – a mesma arte. Sobe em tudo: sofás, cadeiras, mesas, trocador, escadas, caixas, brinquedos... e o mais a criatividade dele inventar.



E não é só arteiro. É atento.

Fora o fato de aprender tudo num piscar de olhos, agora tem conseguido prestar atenção a alguns desenhos animados. Não é todo dia e nem toda hora. Mas já aconteceu algumas vezes. O primeiro desenho que ele assistiu inteirinho foi um episódio do Sítio do Picapau Amarelo. Eu perguntei se ele gostou e ele, lindamente, fez que sim com a cabeça (diga-se de passagem, ele tem certa preferência por responder afirmativamente apenas com a cabeça. Vai entender...). O segundo foi um da Turma da Mônica no qual apareceram somente Cascão e Cebolinha. Como eu sei que ele os conhece porque tem bonecos desses personagens, arrisquei, para ver se ele havia compreendido que eram as mesmas “pessoas”:

_ Filho, você viu quem apareceu no desenho?

Ele fez que sim com a cabeça. Eu continuei:

_ Você sabe quem são?

E ele, sem titubear:

_ Chacão e Boinha! (= Cascão e Cebolinha)

Lindoooooooooooooo!!!!



E não é só atento. É cheio de lógica.

Vive mexendo em tudo o que há na fruteira. E sempre joga uma batata no chão e grita:

_ Gooooooooool!!!

E aí explicamos:

_ Miguel, não é gol. É batata. Guarde.

Fim da história! Corta!

Dia desses mexeu no cesto de roupas sujas. Não havia nada lá dentro, a não ser um daqueles suportes redondos de lavar soutien. Ele pegou, chutou e gritou:

_ Gooooooooool!!!

E aí explicamos:

_ Miguel, não é gol.

Ele, então, completou:

_ É batata?

(muitos risos)



E não é só lógico. É muito fofo e cheio de gracinhas.

Pensa numa criança que faz caras e bocas pra conquistar todo mundo. Miguel! Dá sorrisinhos quando alguém briga com ele. Chega a mandar beijinhos nessas horas. Faz as carinhas mais lindas e irresistíveis.

Há 2 semana eu estava escrevendo no meu caderninho (Diário da gravidez – tal qual fiz para ele). Ele tentou rasgar. Eu parei tudo, expliquei o que eu estava fazendo, pedi para ele deixar eu terminar de escrever e prometi que, em seguida, brincaria só com ele. Ele fez que sim com a cabeça. Estávamos em cima da minha cama; já era hora de dormir. Voltei a atenção para finalizar a escrita (são só umas 3 ou 4 linhas. Coisa rápida mesmo!), me distraí por um segundo e... ele rasgou a minha página. Fiquei triste e falei para ele o quanto estava chateada porque ele havia rasgado o meu caderninho. Pedi que ele fosse dormir, pois eu não queria mais brincar, já que estava triste com ele. Ele foi para o cantinho dele. (morriiiiiiiiii). Eu virei de costas, mas ainda sentada na cama. Ele andou na cama, veio até mim, agarrou o meu pescoço por trás e gritou, com a cara mais linda do mundo:

_ Amaaaaaaaaa a mamãe!!!

Como não desculpar????

E não é só cheio de gracinhas. É inteligente e está aprendendo rápido.

Ontem, 1 dia antes de completar 1 aninho e 8 meses, pela 1.ª vez pediu para fazer cocô no vaso:
_ Mamãe, cocô. Vajo. (= Mamãe, quero fazer cocô no vaso. - apontando o bumbum.)
E foi assim:



Lindoooooo!!! Morro de orgulho de você!!!

Miguel é tudo isso e um pouco mais.

É a criaturinha mais amada da face desta terra. É o menininho lindo que hoje completa 1 ano e 8 meses e que, a cada dia, me faz mais feliz e mais orgulhosa!!!

Te amo, meu filho!!! Muito e muito!!! E muito mais!!!

Muitos beijos,

Mamãe



terça-feira, 18 de setembro de 2012

Prévia enquete NOMES

Agradeço MUITO a todos que votaram. É claro que merecem saber como está o resultado da enquete:

Tchanããããããã (está pequeno; por favor, cliquem na imagem para ampliar):




E então? O que acharam?

Aos que ainda quiserem votar: é só ir até o post anterior. Toda contribuição é bem-vinda.
Continuo monitorando e mostrando para o marido.

Obrigadaaaaaaaaa!!!

Beijos nossos!

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Em busca de um lindo nome...

Olá!!!

Por aqui, Miguelzinho pintando o sete (e o oito, o nove, o dez...), bebezinho crescendo aqui dentro e eu anjoadinha-da-silva! E vamos que vamos!

Depois volto para contar com detalhes as peripécias do meu Miguel e os detalhes dessas primeiras semanas de gestação e da primeira US. Agora, estou passando rapidinho porque quero MUITO saber a opinião de vocês sobre um assunto importante demais:

Vamos lá:



Então é isso! Dê o seu votinho e logo eu divulgo os resultados!

Beijos e obrigada,

Tati e família (Rá!)

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Miguel - 1 ano e 7 meses de MUITA travessura

Por que não paro de dizer que o tempo está passando depressa demais? Isso está virando clichê por aqui, mas é a tão mais pura verdade... Meu filhotinho está completando hoje 1 ano e 7 meses. Meu Deus, isso é muito perto de 2 anos... e com 2 anos, oficialmente, eles são “promovidos” de bebês para crianças!!!


Ahh... e que criança linda e lavada é o meu Miguel. Tem se desenvolvido a passos tão largos, que às vezes me perco mais babona a cada dia:

Já contei que ele falava muitos nomes, mas não o seu próprio. Agora fala: MIGAL! E eu acho o máximo. E pergunto o tempo todo!

Tem tagarelado para mais. Repete praticamente tudo o que falamos, nomeia coisas, pessoas e ações. Gosta de falar. E gosta de cantar. Canta músicas quase inteiras, principalmente as da Galinha Pintadinha. Acha que Pcs, ipads, notebooks e celulares servem, basicamente, para assistir a vídeos no Youtube!

Reconhece quem é o dono de quê e não gosta que ninguém pegue o que não é seu. Nem por um segundo. Se alguém encosta na minha bolsa, ele protesta imediatamente: MAMÃE!!! MAMÃE!!! Também não gosta quando vê “largada” alguma coisa. Se o papai está de chinelo e ele vê um par de sapatos do papai no chão, entrega para o papai! Bem, a intenção não é que o papai guarde, mas que o papai calce! Vai entender rsrsrrs.

Quer escolher o que vai vestir e o que vai calçar. E não gosta de ser contrariado. O pior é quando resolve calçar os sapatos antes de colocar fralda, calça, meia e Cia. Também não é muito bacana quando cisma que não vai tirar os sapatos para tomar banho ou na hora de dormir. E, sim, já dormiu de chinelinho porque não houve quem o convencesse a parar de chorar.

Gosta de usar toucas, capuzes e bonés.

Ama a Luna mais a cada dia e isso não é novidade, né?

Ganhou da vovó Leila um peixinho Beta. Adora. Quer dar comidinha a ele toda hora, mas nós não deixamos.

Abre as portas de todos os armários, tira tudo de dentro e faz aquela bagunça. Cismou de abrir também a adega do vovô Luiz. E a única solução foi colocar uma trava nela. Ou teríamos garrafas quebradas em breve!

Sobe em tudo, especialmente no vaso sanitário. Basta 1 segundo de distração. Dia desses, deixei a porta aberta por um segundo. Ele entrou, subiu no vaso, arrancou o perfumador de ambiente da parede e eu o peguei lá em cima, espirrando sem parar.

Danado demais, levou 2 tombaços na escola somente na semana passada: no 1º, estava correndo demais atrás da bola, caiu, bateu a cabeça e ganhou um galo enorme e roxo na testa. No 2º, estava almoçando sozinho no cadeirão (que é bem baixinho, próprio para a criança comer sozinha mesmo), subiu, se apoiou na mesinha (que não é própria para apoio de menino levado em pé) e caiu pra frente. Machucou bastante a boquinha, que ficou roxa e inchada. As responsáveis por ele e pela escola pediram um milhão de desculpas, disseram que tudo aconteceu num pequeno segundo de desvio de olhar. Bom... eu sei o filho que tenho e não fiquei chateada. Entendi perfeitamente.

Quando alguém pergunta o que há na barriga da mamãe, ele responde: NENÉM!!! Acho que ainda não sabe o que isso quer dizer; apenas decorou. Dia desses eu apontei o cesto de vime (que fica no meu quarto) onde ele dormiu logo que nasceu e disse: “Quando o neném sair da barriga da mamãe, vai dormir aqui.”. Ele simplesmente gritou: “NÃO!!!”, fez um bico e não se fala mais nisso por enquanto.

Miguel nunca dormiu no quarto dele. Depois do cesto, eu tentei colocá-lo no berço, mas fiquei com o coração apertado demais. Improvisei uma caminha ao lado da minha, amei a ideia, e nunca mais o devolvi ao berço e ao quarto lindo que fiz para ele. Agora, grávida novamente, veio a dúvida quanto ao que fazer e a certeza de que é necessário adaptá-lo ao espaço dele bem antes da chegada do irmãozinho, para que ele não sinta. Então o plano é desocupar o quarto do computador e montar lá um novo quarto para o Miguel, e não para o bebê.

Esse quarto funciona hoje como escritório, biblioteca e quarto de hóspedes, mas é totalmente improvisado e precisava mesmo de uma solução. Um espaço da casa no qual nunca havíamos pensado por conta da ordem de prioridades mesmo. Agora é a hora.

Mas o que fazer com tantos livros, cama de solteiro, uma cômoda enorme, uma estante com televisão e a mesinha do computador?

É aí que começa o drama: a casa não é pequena, mas todos os demais cômodos foram bem pensados: meu quarto, quarto do bebê, sala com 2 ambientes e mais uma sala de TV (que era linda e hoje mais parece uma brinquedoteca).

Na área externa de fora, temos um quintal bem razoável, no qual hoje temos apenas um telhado. Será uma varanda gourmet, mas o projeto foi adiado rsrsr. Bom, meu plano n.º 1 é desfazer o telhado (não ser esganada pelo marido), fazer uma laje no lugar, construir um salão em cima, que funcionará como escritório, biblioteca e brinquedoteca e, de uma vez, esvaziar o quarto do computador e recuperar a minha sala de TV. Nada mal, né? Para completar, embaixo do salão, a varanda gourmet.

Se não for possível, o plano n.º 2 é me desfazer de muita coisa, doar livros para uma biblioteca e passar o computador para o meu quarto, com uma linda mesinha de vidro. Espaço no meu quarto não falta. Mas... Tomara que não seja preciso. Quero mesmo o meu salão! rsrsr

De um jeito ou de outro, meu lindo primogênito terá um quartinho novo, com sua carinha: caminha com escorregador, mesinha para desenhar, uma cabaninha cheia de brinquedos e por aí vai. É ou não é um bom incentivo para ele dormir no quartinho dele? Além do que, acho que – independente da nova gravidez – agora é que está mesmo se aproximando o tempo de ele dormir longe de mim. Pelo menos pra gente, esse é o tempo!



Por hoje é só!

E fotinho do meu lindo:






Beijos nossos

sábado, 18 de agosto de 2012

Feliz, Feliz, Feliz!!! Novo baby por aqui!!!

Ontem fui fazer exames de rotina. Lá no laboratório, me peguei com uma pulguinha atrás da orelha: regras atrasadas há 3 dias.

Podia ser um atrasinho bobo, mas já que eu estava lá, resolvi fazer o Beta-HCG. Ficaria pronto no final do dia. Ficou mesmo. E olhem aí o resultado:


Pela minha DUM, hoje conto 4 semanas e 4 dias de gravidez. E a data prevista para o parto é 23/04/2013.

Agradeço a Deus por permitir que, mais uma vez, o milagre da vida aconteça dentro de mim! Que eu seja sempre merecedora de tamanha bênção.

FELIZZZZZZZZZ!!!

Beijos,

Tati, Miguel e bebê

domingo, 29 de julho de 2012

29 aninhos ## 1 Aninho e Meio

Hoje é um dia importante: completo 29 aninhos e meu lindo Miguel completa 1 ano e meio. Quanto a mim... feliz, completa, realizada... Transbordando amor!

Quanto ao meu pequeno príncipe. Bem, já não é tão pequeno assim, né? 83cm e 10,5Kg de pura fofura!!! Um menininho lindo da ponta do dedão do pé até o último fio de cabelo!!! Carinhoso demais, feliz, sorridente, brincalhão, esperto, inteligente, gente boa e muuuuuuuuuuito espoleta!!!

Como tem energia esse meu lindo! Eu – eterna encantada por tudo o que envolve a 1.ª infância – sempre achei as crianças de 2 anos as mais interessantes porque, diariamente, descobrem mil palavras, mil artes, mil estripulias, mil brincadeiras, mil jeitinhos fofos de sorrir após uma bagunça daquelas! E agora me pego descobrindo que o meu principezinho de 1 ano e meio já está nessa fase! Este é o retrato atual do Miguel: mil descobertas por segundo!

 Eu obviamente já perdi as contas de tudo o que o pequeno lindo fala. Basicamente, ele tem um ótimo repertório fixo e repete, transitoriamente, tudo o que falamos. Eu babo!!!

A coordenação motora grossa vai de vento em popa. E o objetivo da vez é virar cambalhota sozinho. Calma, né, Miguel! Tudo a seu tempo!

Ganhou um pula-pula lindão, que comprei numa megapromoção. Miguel é a coisa mais gostosa do mundo pulando lá dentro e dizendo “puia-puia”.


Anda super in Love por todos os cachorros do mundo! Na pracinha, fica bravo quando não o deixo chegar perto de um. E ele não quer só olhar. Quer correr atrás, pegar, fazer um carinho e, se o bichinho deixar, ele não solta mais. O problema é que ele quer fazer isso com cãezinhos fofos, lindos, bem tratados e... quer fazer isso também com os cãezinhos carentes. Filho, é verdade que não podemos ter preconceitos, que devemos fazer o bem sem olhar a quem, que discriminar é feio... mas a mamãe não consegue aceitar a ideia de deixar você fazer carinho no cãozinho de rua porque mamãe sabe que você gosta muito de colocar a mãozinha na boca! E que é bem capaz de dar um beijinho no cachorro e, até mesmo, de oferecer sua bochechinha para o cãozinho dar um beijo! Então vamos combinar assim: quando você entender que temos de lavar as mãos muito bem após brincar com os bichinhos (e isso implica chegar em casa sem levar as mãos à boca) e que beijá-los ou aceitar lambidinhas não vai rolar, a mamãe deixa você fazer um carinhozinho, ta?





Ama todos os demais animais: cavalos, gatos, passarinhos, galinhas, patos, pintinhos, porquinhos-da-índia, coelhos e Cia. Sabe o nome da maioria deles e, quando não sabe, arrisca um “Cocó” ou um “Au-au”, conforme o bicho lembre um ou outro. É isso aí, meu menino, o importante é se virar, né? Quem tem boca vai a Roma!!!

Cisma com algum nome (geralmente, de parentes ou de coleguinhas da escola) e chama o dia inteiro. Às vezes, até arrisca uma bronca: “Ahhh, Dudaaa!!!” (suponho, aliás, que a fofa da amiguinha Duda seja super sapeca! rsrs). Fala muitos nomes: mamãe, papai, titia, vovó, vovô, madrinha (Tá. Esse ele não fala assim não, mas a madrinha em questão e eu já sacamos que é madrinha, ué!), titio, Dé, Arthur, Duda, Cida, Nely, Susu. Sempre se referindo às pessoas corretas. Já falou o meu nome também: Tati! Mas me chama mesmo de “mamãe” ou “memém”. Ás vezes fala outros nomes, mas sem tanta frequência.

Ainda não falou o próprio nome. Nem tenta. Eu pergunto e ele responde qualquer coisa. As principais são: “au-au”, “mamãe” e “neném”. E olha que eu nem o chamo de neném (as outras opções eu nem vou comentar, né? rsrsrsr). Vai entender! Continuo insistindo.

Sabe absolutamente TODAS as partes do corpo. Até as mais escondidinhas. Se eu falo o nome, ele coloca a mãozinha e repete. Às vezes ele mesmo começa a brincadeira.

É cheio das vontades. E já armou barracos quando não foi atendido. Mas a mamãe que vos fala é dura na queda (e reza todos os dias para não pagar língua). Se ele se joga no chão, mamãe vira as costas e o deixa sozinho. Aconteceu umas 2 vezes e durou pouco porque, né, fazer show sem plateia não tem graça!!! Mas não posso ser injusta: o lindo é bem bonzinho e os ataques de nervos (tão típicos da idade) são raros e passageiros. Miguel continua sendo o menininho mais “de boa” que eu já vi. Bem resolvido, cheio de si, seguro, confiante, megaindependente, feliz demais, adaptável, sociabilíssimo e lindo! Lindo, lindo!



Então é isso! Tenho de ir, porque... HOJE TEM FESTAAAAA!!! E adivinhem quem está com a corda toda para preparar coisinhas gostosas para o almoço de aniversário??? A aniversariante do dia!!!

Beijosssss, Tati

domingo, 15 de julho de 2012

Miguel e a Festa Junina

(Post escrito há váaaaarias semanas. E esquecido nos rascunhos. Então aí vai ele agora!)

Sempre amei Festa Junina! Desde muito pequenininha!
Sempre gostei de me vestir de caipirinha, sempre gostei de dançar quadrilha, sempre gostei do clima, do cheiro, da alegria que envolve essa festa!

No ano passado, Miguel ainda estava muito pequenininho e não participamos de festas juninas. Assim, este ano marca a estreia do meu pequeno na época dos arraiás! E a estreia foi fofíssima!!! Com direito a um caipirinha muito lindo e charmoso, além de simpático e cheiroso!!!

A festa foi na casa da tia Quel, com o pessoal do nosso trabalho. Miguel se comportou muito bem, como sempre: super sociável, independente e lindo! Brincou muito, fez gracinhas, correu prá todo lado, comeu 1001 bobeiras juninas, não chorou hora nenhuma. Bem no final da festa, quando já estávamos nos preparando para ir embora, dormiu serenamente no colinho da mamãe. MORRO DE ORGULHO!!!!

Então, fotos:



















sábado, 2 de junho de 2012

Que grandão o meu lindo!!!

E dizem por aí que após 1 ano o crescimento é mais lento...

Vejam isto:


Há apenas 6 meses a poltrona terminava na altura dos olhos do Miguel.
Hoje a poltrona termina no meio do tórax!!! E ele nem está retinho na foto!!!

Quando a gente olha o registro da altura na caderneta de saúde, não tem noção do tanto que eles crescem rápido, né? Levei um sustão com a foto!!!

Miguel deve estar hoje com 81 ou 82 cm de pura lindeza!!!

Beijos nossos!!!

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Altos papos ao telefone

Miguel pega o telefone. Eu observo (as traduções estão sempre entre parênteses).

Miguel:
- Aiô! (Alô!)
Mamãe:
- Pergunte quem é.
Miguel:
- ÉEEE? (Quem é?)
Miguel mesmo responde:
- Papaiiii!!!
Mamãe:
- Pergunte se está tudo bem.
Miguel:
- Bebém? (Tudo bem?)
Fico calada.
Ainda com o telefone no ouvido, Miguel vai até o carrinho dele, que tem um baú. Abre o baú e não há nada lá dentro. Então ele conta ao papai:
- Abô!!! (Acabou! Oras, não há nada aqui dentro, então acabou!)
Miguel continua andando e vai até o João Sorrisão, que ele carinhosamente chama de "Bobo". Alguém deve ter dito a ele que é um joão-bobo, mas não fui eu. Ele dá um empurrão no pobre e conta ao papai, com quem ele ainda está conversando:
- Bobo, bobo, bobo!
Ainda sem desgrudar o telefone da orelha, ele sai da sala em direção à porta da cozinha, perguntando:
- Au-au? Au-au? (Vamos lá ver o au-au?)
Chega até a porta, que sempre fica com o vidro aberto, e vê a Luna. Avisa:
- Au-au! (Estou aqui com a Luninha!)
A Luninha sai correndo em direção a ele. Chega na porta e dá um pulo muito barulhento na porta. Miguel leva um susto e se afasta. Aí ele conta ao papai, ainda ao telefone, bem bravo e com o dedo em riste:
- Papai, au-au-au. Dé dé dé! (Papai, a Luninha me assustou! Não faça isso, Luna!!!)
Pronto. Em seguida ele joga o telefone no chão e vai brincar de gol, pois é disso que ele gosta!

E nem deu tchau para o papai!

Para ilustrar, algumas fotos do Dia das Mães, que eu fiquei devendo ao Blog (meus 2 amores, entregando o meu presente!).






Beijos nossos!

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Miguel - 1 ano e 4 meses

(Nota: Post escrito ontem, 29/05/2012 - e publicado só agora. Motivo: falta de tempo!)

Hoje o amor da minha vida completa 1 ano e 4 meses. E, vale ressaltar, há exatos 2 anos um teste de laboratório positivo o fez presente em meu mundo!!!


Definitivamente, não há no lindo nenhum vestígio do bebê que há pouco eu carregava no colo. Ele não só anda muito bem, como corre, ultrapassa barreiras, sobe degraus, escala portas e móveis, faz brinquedos de pedestais, fica em pé em cima do vaso sanitário e de onde mais os meus olhos se desviarem por 3 segundos. As portas dos banheiros ficam sempre fechadas. Há trancas nas gavetas. Há protetores nas quinas. O meu pequeno furacão precisa de cuidados.

É, cada vez mais, uma criança linda, bem humorada, cheia de gracejos (um humorista, o meu menino), super adaptável, carinhosa, amável, falante, brincalhona e... arteira! Sim. O meu Miguel não chora por quase nada, gosta de todo muito, fica bem em todos os lugares, vive de bom humor, está sempre rindo, brincando, chamando atenção, mas... faz arte como ele só! E sabe que faz arte! E, mesmo sabendo que não pode, corre e faz de novo, só para ter o prazer de rir-se de quem vem atrás dele. E às vezes diz “Nã. Nã. Nã.” e faz assim mesmo! E é tão lindo, tão fofo, tão engraçadinho, que às vezes é MUITO difícil dar-lhe uma bronquinha e resistir à tentação de pegar o pequeno num abraço bem forte, apertar, morder e agarrar. “Porque a mamãe agarra, né, filho?” E ele confirma: “Garrrrrra”.

Estão dizendo aos quatro cantos que tenho um futuro artilheiro em casa, pois jamais se viu alguém dessa idade amar tanto uma bola (gente, ele não quer saber de mais NENHUM brinquedo. E se não tiver bola por perto, ele chuta qualquer coisa, fingindo ser uma bola!), gritar “Gooooooooooooool” o dia todo e, o mais fofo: chutar sem parar e com o pé esquerdo! Meu pequeno craque canhoto tem tanta destreza (sem trocadilho rsrsrrs) que joga a bola para o alto e chuta com o pé antes que ela caia no chão! A família está impressionada. Amigos estão impressionados e a supervisora da escola já veio me dizer que ele não brinca com a bola como os amiguinhos da salinha de 1 ano. Ele treina! “Filhinho, tudo bem se a mamãe for para Milão com você?”

Mamã (ou mamamamamamã – ele não sabe aos certo quantos “mã” são) foi uma das primeiras coisas que o pequeno falou (acho que junto com “neném” e “dá”, somente). Mas de uns tempos para cá, ele aprendeu a falar “papai” com tanta desenvoltura, que achou por bem estender o vocativo, de vez em quando, também a mim. Ok, né? Vamos insistindo: “É mamãe!!!”. Isso já dura uns 2 meses. E de algumas semanas para cá ele inovou de novo, e decidiu me chamar de “Memém”. Deve ser para rimar com “neném”, quando ele olha a foto de nós dois e diz: “Neném e memém!!!”. Lindeza da minha vida!!!

Está muito tagarela e, todos os dias, aprende algumas palavras novas. Eu já perdi as contas de quantas são, e sempre que resolvo listar acabo esquecendo várias. O mais fofo é quando ele consegue formar pequenas frases que fazem todo o sentido. A 1ª frase mais complexa foi assim: “Mamã, pã, bô?” Tradução: “Mamãe, o pão acabou?”. Disse isso apontando para a geladeira, após acabar de comer um pãozinho com requeijão que ele mesmo havia pedido. Eu, claro, disse que não havia acabado e perguntei se ele queria mais. Ele respondeu afirmativamente e muito feliz. E comeu mais um pedacinho!!! E eu, boba, quase babei de tanto amor!!! Isso já tem um tempinho, mas me marcou muito!

Adora cantar e dançar! Sempre gostou de dançar e dançava até ao som do liquidificador. Mas não sabia cantar muito bem, então era só um “ãhhhh ãhhh ãhhh” pra embalar o próprio soninho, mas agora... Agora está quase um cantou profissional!!! Imaginem esse lindo cantando... São muitos “ai ai ais”, “lá lá lás”, “pá pá pás”, “na, na nãs”, “tchu tchu tchus” e por aí vai! Eu morro de amooooor!!!

Odeia escovar os dentes. Ou melhor, odeia que eu escove os dentes dele. Mas ama comer a pasta de dente e mastigar a escova! Ai ai... um dia eu chego lá e o convenço da necessidade! E, pior, sempre entra alimento no meio de seus dentinhos inferiores da frente. E aí... fio dental! É inevitável ter de passar fio dental nele pelo menos 1 dia sim, 1 dia não! Ele esperneia e morde! E morde sem dó e nem piedade. Fico com o dedo doendo por dias a fio!!!

Ama tomar banho. Mas ama tanto, mas tanto, que quer morar no banho. Esporadicamente, ele toma banho no chuveiro, mas na maioria das vezes ainda é na banheira. Porque eu gosto, porque acho mais prático, porque acho que ele fica mais quentinho, porque acho que fica mais limpinho. E porque ele ama mesmo! O problema é para tirá-lo de lá. É um show por dia lá em casa! Os vizinhos devem achar que o estou matando! E olha que eu sempre deixo ele ficar brincando lá um pouquinho e tal... Mas ele nunca acha que foi o bastante. E dá-lhe escândalo!

Continua doido pela Luna (e por todos os outros au-aus do mundo, mas principalmente pela Luna). Quer vê-la o tempo todo, pegar, abraçar, compartilhar brinquedos (os dela, somente, que fique bem claro!). Só que, né, a Luna é uma labradora e não uma poodle. Ela é grande e estabanadíssima por natureza. Então às vezes acontecem acidentes, do tipo ela correr e derrubar ele ou ela tomar o biscoitinho da mão dele. Mas também, onde já se viu dar sopa com um biscoito docinho perto da Luna??? Vai dizer que a culpa é dela??? Aí ele fica bravo e chora por uns.... 2 segundos! E volta a brincar com a nossa branquelinha linda e peluda! E quando o pet shop inventa de buscá-la para o banho bem na hora em que ele está com aquela manhazinha de sono? Sábado foi isso que aconteceu. Ele não se conformou por colocarem a Luna no carro e a levarem embora. Eu bem disse a ele que ela só iria tomar banho e voltaria logo! Ele foi ao banheiro ver se ela estava lá. Ela não estava. Logo, ela não estava tomando banho, oras!!! E botou a boca no mundo a chorar!!!

14!!! É o número de dentinhos naquela boquinha mais linda do mundo! 2 molares eu descobri hoje, agora à noite, enquanto tentava escovar os dentinhos e ele esgoelava-se, inconformado por tamanho martírio a que é submetido todos os dias. Ô dó do meu pequeno lindo, que odeia escovar os dentes!!!

Por hoje é só. Acho que esse blog está carente de fotos, mas a minha vida corrida tem feito com que eu poste apenas pelo ipad ou na hora do almoço, sem qualquer foto em mãos. Prometo tentar voltar logo para postar fotos novas do meu pequeno príncipe lindo e amado!

Beijos nossos!!!

domingo, 13 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães

Este é meu segundo Dia das Mães. É claro que o 1.º é sempre muito especial, mas é agora, no segundo, que me sinto ainda mais plenamente mãe, totalmente mãe... Acho que é porque agora tenho um filhinho que me chama de mamãe, que me abraça demonstrando todo o seu amor... E também porque a insegurança dos primeiros meses de maternidade foi embora há muito tempo! E aí curtir a doce missão de ser mãe é ainda mais fácil, mais gostoso, mais natural.

Eu amo ser mãe! Principalmente, eu amo ser mãe do Miguel! E tenho de agradecer muito a Deus por isso.

Sexta-feira fui buscar o Miguel na escolinha e recebi um lindo presente, decorado por aquelas mãozinhas que eu tanto amo e que tanto já cresceram em 1 ano e 3 meses. Emocionante!

Minha mãe sempre teve uma caixa grande com vários presentinhos que minha irmã e eu lhe demos ao longo dos anos. Sempre gostei de ver os mais antigos. Sempre achei tudo lindo... Mas nunca parei para pensar, de verdade, no significado daquilo tudo! E agora, segurando em minhas mãos o primeiro presentinho feito pelo meu filho, entendo que naquela caixa não havia apenas recordações. Havia tesouros. Havia orgulho. Havia emoção. Havia amor; um amor recíproco. Havia evidências de que o tempo passa e esse amor permanece. Havia pedaços de uma época mágica. Uma época que eu agora começo a viver. 

E aí está o primeiro tesouro da minha caixa. Uma caixa que bem poderá ser chamada de arca:


Uma sacola ecológica linda, linda, decorada com as pontas dos dedinhos do Miguel.
Até a embalagem foi pintada por ele.
Que doçura!!!



Obrigada, meu Deus, pelo dia de hoje. Permita que minha família esteja sempre unida, sempre saudável e sempre repleta dos valores ensinados por Ti. Obrigada, obrigada!

E...

FELIZ DIA DAS MÃES!!!


Para mim, para a minha mãe querida e para todas as mamães que passam por aqui!!!

Beijos nossos!!!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

10 coisas que eu faria numa próxima gestação

Algumas amigas mamães fizeram este post, achei legal e cá estamos também. Vamos lá:

 1- comeria mais carnes, ovos e outras proteínas. No fim da gestação soube que Miguel teria engordado um pouquinho mais se eu tivesse caprichado mais nas proteínas. //

2- faria fotos mês a mês, no mesmo local e com a mesma roupa, para acompanhar melhor o crescimento da barriga. //

3- incentivaria parentes e amigos a nos visitarem no hospital, pois não gostaria de receber ninguém em casa (a não ser os muito, muito próximos MESMO) no 1.o mês. //

4- não faria um US 4D, pois não serve para nada além de fazer você gastar dinheiro à toa e imaginar que seu bebê lindo tem um bocão ou um narigão. //

5- escolheria a mais linda canção de ninar para ouvir toda noite, acariciando a barriga //

6- me prepararia muito melhor para a amamentação //

7- ficaria menos ansiosa e esperaria um pouquinho mais pela hora H. //

8- me daria mais o direito de chegar em casa e simplesmente descansar! //

9- faria um diário bem completinho dos 9 meses //

10- curtiria mais cada segundo, cada milímetro de barriga, cada chute, cada mexidinha, pois morro de saudades!!!

Bjo bjo

domingo, 29 de abril de 2012

1 ano e 3 meses

Hoje meu príncipe lindo completa 15 meses. 1 aninho, 3 meses! Quanta coisa já vivemos até aqui e, ao mesmo tempo, parece que ainda ontem o recebi em meus braços. Paradoxo que só quem é mãe pode entender. Ele está lindo. Emociona-me ver o quanto cresceu, o quanto é esperto, o quanto já aprendeu. A cada dia, quer andar ou correr mais rapidamente. A cada dia escala um móvel mais alto em nossa casa. A cada dia aprende a falar, no mínimo, 2 ou 3 palavrinhas. E a sua habilidade motora fica cada vez melhor... E o seu vocabulário, cada dia maior... E o seu rostinho, cada dia mais lindo.. E o seu jeito, cada dia mais adorável e sapeca!!!! E eu.... Eu fico cada dia mais apaixonada, mais orgulhosa, mais encantada, mais feliz e mais agradecida a Deus por tamanha bênção, tamanho privilégio. Obrigada, Pai, por ter escolhido a mim para ser a mãe desse menininho tão lindo, tão doce, tão encantadoramente esperto e sapeca! Guie os meus passos, inspire as minhas palavras, controle os meus impulsos, cuide das minhas atitudes, para que eu consiga manter para sempre o brilho que Miguel traz nos olhos. O brilho que é a razão da minha vida. Parabéns, amor meu, pelos seus 15 meses!!!!

domingo, 22 de abril de 2012

Sobre o segundinho... Ou sobre Miguel...

Estava cá pensando com meus botões: eu penso em ter mais um filho. Quem sabe mais dois... mas olhando aqui o Miguel brincar tão lindo no chão da sala, fazendo gracinhas para mim e para o papai, é quase impossível pensar que caiba em meu coração mais um amor igual ao que sinto por ele. Dizem que em coração de mãe sempre cabe mais um. Mas o fato é que o que eu sinto pelo meu lindo primogênito transcende qualquer entendimento, qualquer explicação. Alguém já pensou nisso? Filho, te amo além do que sou capaz de escrever. Muito além! Infinitamente além!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Um lindo menininho...

Ok. Estou em falta com meu cantinho... Mas o que falta mesmo é tempo. Em suma, tenho agora novas atribuições no trabalho devido ao cargo de gerência recém-conquistado! Estou super feliz, satisfeita, motivada e, claro, atarefada! Mas esse blog é pra falar do Miguel e não do meu trabalho.

Pois bem, o tempo que me resta é todo para o meu lindo. E aí o bloguinho fica a ver navios, né? Bom, estou de férias até segunda que vem, então preciso aproveitar para registrar as GRANDES evoluções do meu Miguel lindo! São tantas as novidades, que nem sei se vou lembrar tudo agora, nas vamos lá!

- Anda lindamente desde alguns dias antes de completar 1 ano e 2 meses! Anda como se tivesse feito isso a vida toda. Anda em todo lugar, o tempo todo! E eu babo!!!! Coisa mais linda!!!

- Está muito tagarela. Fala muito, repete o que falamos, nomeia coisas. É um excelente comunicador desde muito bebê, mas agora está aperfeiçoando as técnicas diariamente. Não vou me lembrar agora de tudo que ele fala, mas preciso citar as mais frequentes e as mais fofas, além das basiquinhas mamá, papá, neném e cia.:

* Gol: chama toda bola de gol. E chuta! E qualquer coisa redonda, ele chama de gol também (e as nem tão redondas assim também): coco, ovos, batatas, meu enfeite vermelho que foi pro chão e, principalmente, as cebolas. Nunca vi alguém gostar tanto de brincar com cebolas!

* auau: a Luna e qualquer outro cachorro. E também os gatos (não fala Miau de jeito nenhum), ursos, cavalos, macacos, tigres, elefantes e outros mamíferos. Em alguns casos, ele aceita que não é depois que explicamos. E aí ele pode até dizer caco (macaco), grrrrr (tigre, leão ou a onça brava), múuuuuuuu (vaca). Miau ele não fala mesmo!

* cocó: galinhas, patos, gansos e afins.

* popó: hipopótamo

* éché: achou, achei, chegou ou cheguei, dependendo do contexto. Amoooo o jeito risonho como ele diz isso, separando as sílabas e pronunciando de um jeito bem aberto: é-chéeeee.

* aua, áa ou aga: água. Do chuveiro, da torneira, do copo, da piscina, da banheira, da chuva, do mar...

* tota: torta! Pediu claramente no dia em que eu tentava convencê-lo a comer banana amassada, enquanto os adultos comiam a torta que eu havia feito.

* pipiu: piu-piu. Passarinhos, pombos e afins.

* pixxxxxi: peixe.

* Abô ou bô ou bobô: Acabou.

- Reconhece e aponta direitinho cada um dos bichinhos quando falamos o nome.

- Coloca a maozinha nas partes do corpo, conforme falamos os nomes: nariz, boca, olhos, orelhas, pés, barriga, mãos, umbigo...

- É um beijoqueiro! Manda beijos pra td mundo que passa perto!

- Faz questão de chamar a atenção de todos por onde passa! Dá tchau, acena, distribui sorrisos e beijos! Simpático demais!!!

- Conheceu o mar! E foi amor à primeira vista! Difícil era tirá-ló de dentro da água! Passamos 10 dias no Nordeste: Maceió, Maragogi e Porto de Galinhas. Depois eu posto fotos da viagem. Agora estou no iPad e não dá, mas foi uma delícia de passeio. Miguel aproveitou muito. Claro que deu muito trabalho porque tem energia de sobra e não para quieto, mas ficou super bem, como sempre: nada de choros, nada de estranhar pessoas ou locais, nada de estranhar a caminha na hora de dormir! Nada! Definitivamente eu fui muito abençoada!

- Meu comilão não tem comido comidinha salgada como fazia antes. Tem preferido claramente frutas, vitaminhas, leitinhos, água de coco e outras coisas mais docinhas, líquidas ou pastosas. Eu poderia dizer que é manha pura, mas a explicação parece ser outras, já que os 4 caninos estão nascendo de uma vez só. E, de repente, 12 dentes! Isso tudo!

- Por falar em dentes, escová-los não é tarefa fácil. Haja paciência, pois o lindo trava a boca, dz que não e balança a cabeça de um lado pro outro, reforçando o NÃO!!! Mas a mamãe é brasileira e não desiste nunca!

- Depois de 1 aninho, as consultas à pediatra estão menos frequentes, mas pelas minhas medições caseiras, o lindo está beirando os 10kg e os 80 cm. Continua não sendo gordo, mas é visivelmente forte e saudável! Aliás, põe forte nisso! Empurra coisas inacreditáveis!

- Sobe em tudo em segundos: cadeiras, bancos, mesas e (ai, meu Pai) em cima do vaso sanitário ou qualquer outra cousa que esteja dando sopa!

- Adora música, adora dançar e cantar!

- Voltou da praia com bracinhos e perninhas mais moreninhos! E com o cabelinho repleto de reflexos dourados, como os da mamãe. Aliás, AMOOOO a cabeleira do Miguel. Tem uma cor linda, não é ralinho como o da maioria dos bebês, é muito brilhante, tem uma textura tão, tão macia, que dá vontade de ficar fazendo carinho!

- É muito desobediente. Testa o NÃO da mamãe pra ver até onde pode ir. Eu falo, explico, tiro do lugar, falo para não ir ou não fazer de novo. E ele faz! É claro que pra ele tudo é novo, tudo é descoberta e a curiosidade é incontrolável, mas é necessário mostrar-lhe os limites. Essa obrigação é minha!

- É o mais carinhoso dos menininhos da face da Terra!!! Um anjo doce e lindo! Me enche de dengo e eu retribuo em dobro, em triplo... Retribuo o quanto posso, infinitas vezes! E com todo amor do mundo!!!!

Bom, por hoje é só. Depois volto para colocar fotos!

Beijos nossos!!!

Por enquanto, uma só com a nossa cara de felicidade:

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Miguel 1 Aninho - A FESTA!!! Parte 2

Bom... Como prometi, voltei para contar mais um pouquinho da festa do Pequeno Príncipe. Foi tão boa que já estou com saudades!!!

E não vale a pena explicar muito com palavras quando se tem fotos... Muitas fotos... Então vamos lá:

O foco de hoje são as pessoas. Convidados, todos muito especiais, que fizeram a festa junto com a gente.

É claro que, quando se opta por fazer uma festa assim, inevitavelmente a lista de convidados não é do tamanho que sonhamos. Então tivemos de usar critérios. Nem preciso dizer que, sim, pessoas queridas ficaram de fora. Mas preciso dizer que as que estiveram presente são queridas e têm papel muito importante na nossa vida. Obrigada a todos pela presença!!!


Nós 3! Felicidade!!!
Gi e Pe. Priminhos (da mamãe) que vieram de longe fazer a festa!!! Meus lindos!!!

Madrinha. Obrigada por nos ajudar tanto e por estar sempre por perto!!!

Vovô Luiz. Vovó Leila. Muito amor!!!

Ci, Tia Célia, Tio Vagnão! Que bom que tb vieram (de longe)!!!

Tio Dé. Tia Lari. Miguel adora brincar com eles!!!

Padrinho Leo. Madrinha Thami. Os melhores padrinhos que alguém pode ter!!!

Os dois vovôs: Melo e Luiz

Tia Lili. Que bom que também veio!!! Como ficamos felizes!!!

A Dudi (tia-avó da mamãe, que é muito mais que tia e que avó) também veio de longe. Mesmo de braço quebrado.

Vovó Zulmira e Bisa Geralda. Como é bom ter bisa, né?

Tia Quel e Tio Rapha. Lindos!

Tia Rê e priminha Maria Luiza! Alguém duvida que esses dois ainda vão brincar MUITO?

Hora da retrospectiva! Emoção e galera reunida!

Gente animada...

Gente sorridente...

Gente emocionada...

Tanta gente querida...


Ahhh e falando em retrospectiva, foi um SUCESSO!!! Ficou tão linda que eu não me canso de ver até hoje. Marcelão Correa brilhou! E a mamãe aqui também, né, pois escolhi fotos, mensagens, músicas com MUITO, MUITO amor!!! Pra quem ainda não viu, aqui está o nosso vídeo:




E por hoje é só. Claro que não consegui colocar fotos de todas as pessoas, mas deu para deixar o gostinho da festa, né? Mas não terminei ainda... Nos próximos capítulos: a criançada e a hora dos parabéns!!!

Beijossssssssss,

Tati