quarta-feira, 23 de junho de 2010

Um resumo do "até então"...

É... vou ser mamãe. E tudo aconteceu assim:

Depois de longos anos de anticoncepcional, não imaginei que acertaríamos o alvo logo de cara. Mas certamente era o que mais queríamos! E aconteceu mesmo. Num domingo em que o Diego (o papai lindo!) estava em São Paulo, 2 testes de farmácia positivos! Eu olhava absolutamente incrédula para aquelas faixinhas sobre a pia do banheiro. E eu sozinha... Como ele deveria ser o 1.º a saber, esperei até a noite. Só depois saímos, os dois, com a novidade a tiracolo. E como ela foi bem recebida!!! Vovós e titios ficaram muito felizes.

No dia seguinte, colhi o sangue e, na terça-feira, o Beta HCG confirmou: 464,5 mUI/mL. Gravidíssima de 4 semaninhas. Todo o laboratório soube. Algumas pessoas na rua também souberam. Não me contive: pulei, ri, gritei! Vou ser mamãe!!!

Custou a chegar, mas às 10h do dia 15/06 aconteceu a minha primeira consulta de pré-natal. Dra. Júnia me deu preciosas orientações e constatou que meu útero já tinha 3 cm a mais do que antes. Para mim, a manifestação da vida que se desenvolve apressada dentro de mim!!!

Na última segunda-feira, dia 21/06, fiz a minha primeira ultrassonografia. Que emoção!!! Vi com perfeição o embrião de 10,4 mm, devidamente implantado e com desenvolvimento ideal para uma gestação de 7 semanas e 2 dias. Escutei as primeiras batidas do coração: Fortes, Decididas! 147 batimentos por minuto. Me apaixonei... perdidamente, irremediavelmente!!!

Um comentário:

  1. Tati, Li seus posts e fiquei daqui com a sensação de que é bom demais quando o momento é o correto. Boa parte das mães, incluindo eu, experimenta a gravidez num momento precoce, em geral não a planejou e vivencia isso sem saborear cada instante. Aí me dou conta de que é uma bênção divina ter se preparado, desejado tudo isso e hoje se ver plena em sua gestação. Talvez por isso essa alegria transpareça tanto em você como se pode ver diariamente. Lindo isso...

    ResponderExcluir

Vamos adorar saber o que você pensa a respeito. Pode comentar!